Loading...

14 abril 2014

A Bíblia é a Verdade!

Jesus disse: “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar (Mateus 24:35)”.

Sabe, as pessoas leem as histórias da Bíblia e dizem que são mitologia ou contos de fada (Certo, difícil acreditar que o Mar Vermelho se abriu e o povo passou a pé enxuto. Ok, não vamos discutir isso agora); algumas pessoas dizem que são apenas um conjunto de regras que ensinam como se deveria viver na sociedade daquele tempo e muitas religiões também os têm (ok também, um conjunto muito bem feito, mas que não servia apenas para aquela época, aplica-se também aos nosso dias, mas também não é disso que eu quero falar).

No entanto, a Bíblia tem um aspecto que é diferente: a profecia. A Bíblia é o único livro que prediz alguma coisa, tanto em relação ao que já aconteceu como ao que vai acontecer. Esse é um ponto que as pessoas não se preocupam de checar! É muito fácil detratar os “contos de fadas” ou tentar negar alguns dos princípios bíblicos, mas negar a profecia? Impossível!

--- texto disponível em: https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20100303102726AAU9cUT

Um exemplo notável. Construída estrategicamente nas margens do rio Eufrates, a antiga Babilônia tem sido chamada de “centro político, religioso e cultural do Oriente antigo”. Por volta de 732 AEC, o profeta Isaías escreveu uma profecia funesta: Babilônia cairia. Isaías deu detalhes específicos: ela seria conquistada por um líder chamado “Ciro”, as águas protetoras do Eufrates ‘secariam’ e os portões da cidade ‘não seriam fechados’. (Isaías 44:27-45:3) Uns 200 anos mais tarde, em 5 de outubro de 539 AEC, a profecia se cumpriu em todos os detalhes. O historiador grego Heródoto (quinto século AEC) confirmou o modo em que Babilônia caiu.

Um detalhe audacioso. Isaías fez mais uma previsão surpreendente a respeito de Babilônia: “Nunca mais será habitada.” (Isaías 13:19, 20) Não se pode negar que exigiu coragem predizer a desolação permanente de uma cidade enorme situada num lugar estratégico. Se uma cidade assim fosse destruída, seria normal esperar que fosse reconstruída. Embora Babilônia tenha durado ainda algum tempo após sua conquista, as palavras de Isaías por fim se cumpriram. Hoje em dia, o local em que ficava a antiga Babilônia é “plano, quente, desabitado e poeirento”, relata a revista Smithsonian.

Ficamos impressionados ao refletir na magnitude da profecia de Isaías. O que ele predisse equivale a prever o modo exato em que uma cidade moderna, como Nova York ou Londres, seria destruída daqui a 200 anos e depois afirmar enfaticamente que ela nunca mais seria habitada. É claro que o mais notável de tudo isso é que a profecia de Isaías se cumpriu.

--- fim do texto -----

O próprio Jesus disse que veríamos “guerras e rumores de guerras, fomes e pestes e terremotos em vários lugares”. Nos últimos cem anos, tivemos mais terremotos do que em toda história anterior!

O apóstolo Paulo escreveu que “nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos; porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, (2 Tm 3:1-4)”. Isso parece a sociedade de hoje? Mas está escrito há dois mil anos!

Observe a sociedade, o mundo ao seu redor. O que a Bíblia disse está se cumprindo!

As pessoas que hoje reclamam de ditaduras passadas, um dia aceitarão uma ditadura mundial e estarão satisfeitas com isso! O mundo está se preparando e a sociedade está sendo preparada. Dá pra se ver claramente na TV, no cinema, na internet... O problema é que as pessoas não conseguem associar o que veem ao que está escrito na Bíblia porque elas acham que a Bíblia é bobagem!

Se você tem uma Bíblia, leia o que está em Mateus 24 e 25, em Daniel 11, em Apocalipse 13. Procure ler a série de livros DEIXADOS PARA TRÁS, ela esclarece muita coisa. Só não diga que a Bíblia é besteira sem tê-la confrontado com o mundo à sua volta!

A BÍBLIA É VERDADE! JESUS ESTÁ VOLTANDO! E NINGUÉM, NINGUÉM MESMO, PODE MUDAR ISSO!

19 janeiro 2014

SAMSUNG winning notice 2014.

**************THIS IS NOT A SPAM**************
Samsung Europe
Internet Prize and Email Messaging Center
P.O Box 732
Rotterdam-The Netherlands
Telefax: 0031-844-393-028
www.samsung.com/europe
WINNING NOTIFICATION: Coupon Number: Q-119/SRV
The sum of Seven Hundred and Fifty Thousand Euros plus 1 Samsung Ativ Book9 lite
and 1 Samsung Galaxy NoteIII have been awarded to you from
Samsung database of telephone and internet email users from which your
email address was attached to the winning Coupon Number: Q-119/SRV.
Congratulations!
Contact the notarization officer with your winning coupon number.
Required information for your notarization/transfer below:

CONTACT:
Claims Agent / Notarization Officer.
Smit De Keizer(Mr.)
Contact Email: samsung.eu@europe.com

Complete required personal informaton details and choose mode of payment below:
Full Names:
Age:
Occupation:
Address:
Nationality:
Country of Residence:
Tel number:
Email:
Mode of Payment: (Bank Transfer,Bank Cheque or Personal Claim)

Warning:Any leakage of your winning notification resulting to a double
claim will automatically forfeit your winning prize thus
we advise you to keep your winning notification message confidential and
away from public notice to prevent double claims
or impersonation until after remittance/payment to you.

Yours Faithfully,
Victoria Van Eggo.(P.R.O)
Samsung Europe

© 2014 Samsung Europe. All rights reserved. Terms of use. Privacy Statement

24 dezembro 2013

NATAL, UMA HISTÓRIA DE SACRIFÍCIOS.

 

Essa é a época mais bonita do ano: luzes, cores, músicas, enfeites, presentes, esperanças... Algo que começou há muito tempo lá trás, bem mais atrás do que possamos imaginar, mas que ainda traz alegria e esperança nos dias de hoje.

Mas a história do Natal não é só de beleza, de anjos cantando, pastores adorando e presentes vindos do Oriente. A história do Natal também é uma história de sacrifícios. Muitos sacrifícios.

O primeiro a fazer sacrifício foi o próprio Deus. Sabendo o estado da humanidade, e sendo um Deus que se preocupa e se relaciona com sua criação, enviou o Unigênito, seu único filho para vir morrer, pagar o preço de nossos pecados. Mesmo o tempo de vida na terra sendo uma faísca em relação à eternidade, o Pai sofreu ao ter que entregar seu Filho.

Depois, temos o próprio Cristo. Ele é Deus. Deus descrito nas Escrituras como grande, tão grande que o céu dos céus não o pode conter. Chamado de Pai da Eternidade, por Isaías. No entanto, veio se prender ao tempo e mais, preso nove meses dentro do espaço apertado do ventre de Maria. Depois, o dono de todas as coisas, veio a nascer numa estrebaria e o Rei dos Reis teve como primeiro berço um cocho de animais.

Aqui na Terra, temos o sacrifício de Maria. Ah, que é isso? Ser Mãe do Filho de Deus? Quem não ia querer um privilégio desses? Ora... Lembremos que Maria não pensava nisso. Maria estava para casar! E... era virgem. O que era aparecer grávida antes do casamento naquela época? E numa pequena vila, como era Nazaré! É... não dá pra imaginar a rejeição e o preconceito que Maria passou. Nem de longe!

Depois, na mesma condição estava José. Se aprontando para casar, Maria vem com a notícia de que está grávida! E jura que o filho é de Deus! Que homem ia aceitar isso, em plena Judeia no início do fim das eras? Mas José decide se passar como o cara mau, que abusou de uma pobre moça e se prepara para fugir, e ser marcado por tal estigma o resto de sua vida. Mas um anjo lhe manda ficar e José vai cumprir o que a lei dizia e casa com Maria.

Ao fim dos nove meses, mais um sacrifício: sair de Nazaré com uma mulher grávida para ir se alistar lá em Belém para o recenseamento do imperador. Belém lotada, sem lugar para ficar e o único lugar que lhes oferecem é uma estrebaria.

Por fim, temos os reis do Oriente, que viram uma estrela surgir como um sinal e saíram seguindo aquela estrela para chegar a Belém com presentes para entregar ao menino-rei.

Pois é... muitos sacrifícios. E qual a nossa resposta a isso em nossos dias? Como responder à altura, depois de tudo o que está escrito acima? Jesus merece muito mais do que ser trocado por um Papai Noel, não é?

A melhor resposta está escrita no Hino 430 do HCC:

1. O que darei a Cristo,

Que Se entregou por mim?

Como hei de meu amor mostrar

a Quem me amou assim?

Darei minha alma a Cristo

e alegre entregarei

o meu futuro em Suas mãos

e nada temerei.

2. Darei meus dons a Cristo

e sempre O louvarei;

os meus talentos, minha voz,

assim consagrarei.

Darei meu corpo a Cristo,

a mente, o coração;

por onde quer que me mandar,

meus pés O seguirão.

3. Darei meus bens a Cristo.

O pouco que eu tiver

aceita e abençoa, ó Deus.

É Teu também meu ser.

O que darei a Cristo,

que Se entregou por mim?

Darei a minha vida

a Quem me amou assim.

Pense nisso e tenha um verdadeiro Feliz Natal!

02 dezembro 2013

E o ano foi-se embora…

1475909_475889319195290_2074298418_n

 

“Então é Natal e o que você fez? O ano termina e nasce outra vez…”

Todo mundo escuta essa música nessa época, é clássico e básico no Brasil. Mas não deixa de ser uma verdade. Hoje no Facebok já se pode ver algumas pessoas comentando: “O que foi que eu fiz esse ano? Que projetos realizei? Como vai ser ano que vem?”

São muitos questionamentos, muitas cobranças a si próprios, mas nem sempre fazemos outro tipo de pergunta: Onde guardei meus tesouros? O que juntei para a eternidade? Que tipo de obras deixei em 2013?

Jesus nos ensinou: “Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam;” Mt 6:19,20. De tudo o que fiz, de todo dinheiro que ganhei, de todo tesouro que ajuntei, quanto foi acumulado no céu? Quanto desses meus 365 dias vai me render a eternidade? Em outras palavras, como que você perdeu tempo em 2013?

Salomão nos advertiu: “Tudo o que você tiver de fazer faça o melhor que puder, pois no mundo dos mortos não se faz nada, e ali não existe pensamento, nem conhecimento, nem sabedoria. E é para lá que você vai.” Ec 9.10. O que foi que nós fizemos para Deus? Porque o tempo de fazer é aqui e agora, não depois. Hoje é o tempo de amar, perdoar, falar de Jesus, engrandecer a Deus, agradecer pelas bênçãos, viver para Deus!

E Paulo nos ensina: “Alguns usam ouro ou prata ou pedras preciosas para construírem em cima do alicerce. E ainda outros usam madeira ou capim ou palha. O Dia de Cristo vai mostrar claramente a qualidade do trabalho de cada um. Pois o fogo daquele dia mostrará o trabalho de cada pessoa: o fogo vai mostrar e provar a verdadeira qualidade do trabalho. Se aquilo que alguém construir em cima do alicerce resistir ao fogo, então o construtor receberá a recompensa. Mas, se o trabalho de alguém for destruído pelo fogo, então esse construtor perderá a recompensa. Porém ele mesmo será salvo, como se tivesse passado pelo fogo para se salvar.” 1 Co 3:11-15. Ou seja, a obra que eu fiz em 2013 vai resistir quando eu comparecer ao tribunal de Cristo? Enquanto estamos vivos (e nenhum de nós sabe quando vai morrer), é tempo de “quebrantamento, pregar a palavra, viver o evangelho”,  como canta a Soraya Moares.

Pensemos nisso!

02 maio 2013

As mariposas que se queimaram

As mariposas que se queimaram

Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus. Tiago 1:13

Era noite. João e Selma estavam observado uma grande mariposa que voava em torno da luz em frente da casa deles. A mariposa bateu a cabeça com força diversas vezes no vidro quente do lampião.
Mas isto não a impedia de arremessar-se ao encontro da luz. Queria entrar. Daí a poucos dias passou um homem limpando todos os lampiões. Quando tirou o vidro protetor deste lampião, caiu uma dúzia de mariposas, mais ou menos. Todas morreram tentando aproximar-se da luz. E a luz as queimou.
— Sabe do que isto me faz lembrar? disse o funcionário a João, que o observava ali perto. De quantas vezes queremos uma coisa que não serve para nós, e de como nos prejudicamos quando seguimos as nossas tentações.
— Mas a mariposa não tem culpa de ser atraída pela luz, tem? perguntou João.
— Bom, não tem, disse o homem. E até certo ponto nós somos tão fracos quanto a mariposa. Não podemos evitar de ser tentados para o pecado. Os maus desejos estão em nós. Mas não podemos culpar Deus por isto. Ele não nos criou assim. A Bíblia diz:"Deus a ninguém tenta, mas cada um é tentado quando é atraído ao pecado pelos seus
próprios desejos."
— Mas como podemos evitar de nos queimarmos como aquelas mariposas bobas,quando nós somos tentados? perguntou João.
— É uma boa pergunta, respondeu o homem. Deus se dispõe a ajudar-nos a combater nossos desejos errados. Ele até está pronto a dar-nos um novo espírito.
— Entendo, disse João. Deus nos ajuda a nos livrarmos do desejo de pecar.
— Agora você enxergou uma luz que não o queima, disse o homem. Mas não se esqueça que Deus vem habitar em nós através de Jesus Cristo. Jesus nos faz como Deus quer, porque Jesus é Deus.
— Sei, disse João. Por isto que acho bom ser cristão.

Vamos conversar sobre isto: O que aconteceu com algumas mariposas que queriam entrar no lampião? Por que as mariposas não deixaram de investir contra a luz? Que foi que o limpador de lampiões disse a João? Por que não podemos culpar a Deus quando nos queimamos pecando? Como podemos evitar de seguir nossos desejos para o mal? Quando é que Deus entra na vida de uma pessoa e a salva de ser tentada?

Leitura bíblica: Tiago 1:13-17.

Fonte: Horinhas com Deus, p 83.
--
Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
www.jograis.com
http://abibliaeeu.blogspot.com


--
Esta mensagem foi verificada pelo sistema de antivírus e
acredita-se estar livre de perigo.