Loading...

29 agosto 2006

Gritavam mais alto (Mt 27.23)

DEUS Conosco
http://DeusConosco.com


GRITAVAM MAIS ALTO

   "Por quê? Que crime ele cometeu?",
   perguntou Pilatos. Mas eles gritavam ainda
   mais: "Crucifica-o!"
          Mateus 27.23

Quando a emoção grita mais alto que a razão, as
coisas vão andar mal.

Embora Pilatos se interessasse apenas na auto-
preservação, ele tentou o diálogo com os judeus.
Manipulada pelos líderes religiosos, a multidão
não queria conversar, apenas ação. Não importava
que a crucificação que pedia condenaria um homem
inocente.

Era plano de Deus que Jesus fosse crucificado, mas
a grande injustiça cometida deixou todos
responsáveis pelas atitudes demonstradas no dia.

Pois a paixão forte os dominou.

Qual emoção você sente hoje que está vencendo a
razão?

--Randal Matheny, copyright © 2006

Leia este artigo online e faça comentários:
http://deusconosco.com/2006/08/25/gritavam-mais-alto/
 
Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.msn.com
www.vocalelshaday.xpg.com.br

25 agosto 2006

Gritavam mais alto

DEUS Conosco
http://DeusConosco.com

GRITAVAM MAIS ALTO

"Por quê? Que crime ele cometeu?",
perguntou Pilatos. Mas eles gritavam ainda
mais: "Crucifica-o!" Mateus 27.23

Quando a emoção grita mais alto que a razão, as
coisas vão andar mal.

Embora Pilatos se interessasse apenas na auto-
preservação, ele tentou o diálogo com os judeus.
Manipulada pelos líderes religiosos, a multidão
não queria conversar, apenas ação. Não importava
que a crucificação que pedia condenaria um homem
inocente.

Era plano de Deus que Jesus fosse crucificado, mas
a grande injustiça cometida deixou todos
responsáveis pelas atitudes demonstradas no dia.

Pois a paixão forte os dominou.

Qual emoção você sente hoje que está vencendo a
razão?

--Randal Matheny, copyright © 2006

23 agosto 2006

Não sou eu (Mc 14.19)

DEUS Conosco
http://DeusConosco.com


NÃO SOU EU!

   Eles ficaram tristes e, um por um, lhe
   disseram: "Com certeza não sou eu!"
                             Marcos 14.19

Jesus anunciara que um dos Doze o trairia. A
notícia os deixou tristes, e todos declararam que
seriam fiéis ao Mestre.

Mas um traiu o Senhor.

Outro o negou.

E o resto fugiu.

Quem pode conhecer o próprio coração?

Nossas certezas estão na verdade do evangelho, na
fidelidade de Deus de cumprir seus planos e
promessas, no compromisso que Cristo manteve, na
habitação do Espírito em nossa vida.

Mas confiar no próprio coração?

Justamente na hora em que penso que estou firme,
preciso tomar cuidado para não cair.

Justamente quando eu declaro de pés juntados, "Com
certeza não sou eu!", devo considerar que está
perto a possibilidade do meu tropeço.

--Randal Matheny, copyright © 2006

Leia este artigo online e faça comentários:
http://deusconosco.com/2006/08/23/nao-sou-eu/

19 agosto 2006

ELE JAMAIS SE ESQUECE DE NÓS

"pode uma mulher esquecer-se de seu filho de peito, de
maneira que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas
ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, não me esquecerei
de ti" (Isaías 49:15).


Durante a campanha do Presidente Ronald Reagan em 1979, uma
mulher de cerca de 80 anos o procurou após um comício e lhe
disse: "Sr. Reagan, tudo que ouvi me agradou, mas e nós, os
velhos, não fazemos parte de seus planos? Fomos esquecidos?"

O homem que estava para se tornar o presidente mais velho
dos Estados Unidos sorriu e respondeu: "Esquecer de vocês?
Céus, como Eu poderia esquecer de vocês? Eu sou um de
vocês."


Quantas vezes já experimentamos a desagradável sensação de
estarmos sós. Sentimo-nos desamparados, enfraquecidos e
colocados de lado. Passamos por maus momentos e ninguém se
importa conosco. A nossa alma clama por atenção e só
percebemos indiferença. Clamamos a Deus e nos queixamos:
"Senhor, você se esqueceu de mim?"

Mas seria isso verdade? Estaria Deus alheio às nossas
necessidades? Ele também, na pessoa de Jesus, sofreu
perseguições, enfrentou momentos de grande aflição, foi
humilhado e rejeitado por seus amigos. Sofreu tentações e
acabou, mesmo inocente, condenado e pregado em uma cruz.
Ficaria Ele indiferente às lutas que enfrentamos?

Jesus conhece cada dificuldade por que passamos. Ele está
sempre ao nosso lado e mesmo nos momentos em que julgamos
estar sós, Ele está bem perto, intercedendo por nossas vidas
para que cada batalha a vencer seja um degrau de crescimento
e fortalecimento espiritual.

Não importa o quão sombrio esteja sendo o nosso dia, Deus
não nos esquece. A vinda de Jesus foi uma maneira de Deus
dizer: "Como poderia eu esquecer de vocês? Eu sou um de
vocês."



Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet!

17 agosto 2006

APROVAÇÃO

DEUS Conosco
http://DeusConosco.com


APROVAÇÃO

  Ainda assim, muitos líderes dos judeus
  creram nele. Mas, por causa dos fariseus,
  não confessavam a sua fé, com medo de
  serem expulsos da sinagoga; pois preferiam
  a aprovação dos homens do que a aprovação
  de Deus.                     João 12.42-43

A opinião dos outros motiva muita gente. As
pessoas fazem ou dexam de fazer porque temem a
crítica ou a rejeição daqueles de quem querem a
aprovação.

O desejo de agradar as pessoas também impede que
se busca a aprovação de Deus pela confissão de
Cristo. Confessá-lo significa assumir publicamente
Jesus como Senhor e obedecer seus mandamentos.

De quem você quer mais a aprovação: de Deus ou dos
homens?

--Randal Matheny, copyright © 2006

Leia esta meditação online e deixe suas idéias
sobre o texto ou comentários sobre a reflexão.
http://deusconosco.com/2006/08/17/aprovacao/
 
Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.msn.com
www.vocalelshaday.xpg.com.br

12 agosto 2006

RECUPERANDO A FIGURA PATERNA

                  
 
   
 
“E Isaque tornou a cavar os poços que se haviam cavado nos dias de Abraão seu pai, pois os filisteus os haviam entulhado depois da morte de Abraão; e deu-lhes os nomes que seu pai lhes dera”.
(Gênesis 26.18)

 

"Por que Dia das Mães é dia de presentão e Dia dos Pais é dia de lembrancinha?". Não é necessário observar muito  para perceber que o Dia das Mães é muito mais celebrado do que o Dia dois Pais.

Os próprios resultados divulgados pelo comércio refletem um certo ‘descaso’ pela figura do pai. Será que estes dados não nos devem levar a pensar sobre o que significa a figura paterna em nossa sociedade?  Creio que precisamos recuperar em nossos lares cristãos a importância da figura do pai.

 

O texto de Gênesis 26.18 está dentro de um contexto que no momento é necessário saber. Isaque prosperou numa terra estrangeira e foi vítima da inveja (Gn 26.14). Então é foi obrigado a se retirar e morar no vale de Gerar.

No vale de Gerar, Isaque enfrentou um problema emergencial: a falta de água. Sem água na há vida. Isaque precisava urgentemente resolver tal problema.

 

Primeiro é bom notarmos o que ele não fez:

Isaque não se aventurou em novas experiências... Tinha uma segurança: ‘meu pai habitou nesta terra e ele era um exímio cavador de poços”. Dr. David M. Lloyd-Jones escreveu que “O homem que faz experiências no meio de uma crise é um tolo...”.

 

 Creio que está é uma grande lição para nós pais. As nossas atitudes e vida têm deixado para nossos filhos segurança tal que no momento das crises eles saibam em que lugar cavar poços que lhes supram suas necessidades vitais?

Por que Isaque cavou os mesmos poços que seu pai cavou? Por que ele sabia onde cavar e encontrar água?

 

1) Seu pai foi exemplo

Imagino Isaque pequeno vendo seu pai cavando os poços...Você consegue vê-lo? Talvez ele pegasse uma pequena ferramenta e ficava ao lado de seu pai, “brincando de cavar”. Filhos imitam seus pais. Filhos, desde pequenos, querem se parecer com seus pais. Querem ser iguais a seus pais...  Até quando eles descobrem que seus pais não são dignos de serem imitados... se decepcionam  e, aí, procuram outros modelos...

 Mas Isaque tinha uma segurança: Seu pai fora bem sucedido. Nunca faltou água na casa de Isaque. Por isso Isaque sabia que tirando os entulhos, ele encontraria a água que dessedentaria sua sede e de sua família.

 Chama-me atenção o fato de que Isaque deu aos poços os mesmos nomes que seu pai Abraão havia dado... Isso nos traz outra lição:

 

2) Seu pai foi seu mestre

Abraão ensinava ao jovem Isaque o nome dos poços.

Isso para nós pode passar desapercebido, mas a lição é tremenda. Nós damos nomes aos nossos filhos sem muitas vezes sem nos perguntar o porquê de chamarmos nosso filho de “Pedro” ou “João’, etc. Os judeus (assim como os orientais em geral) denominam as pessoas e as coisas a fim de que o nome expressasse a essência da pessoa e do objeto. Em outras palavras, o nome (significante) expressa a própria coisa/pessoa.

 Ora, o nome do poço dava a localização exata de onde o poço se encontrava. Abraão ao ensinar o nome dos poços ao seu filho estava lhe ensinando as coordenadas exatas para que no futuro seu filho pudesse encontra-los... Que lição!

 Será que nós como pais temos ensinado nossos filhos as coordenadas exatas para a sua salvação? Temos ensinado nossos filhos a viverem de acordo com a palavra de Deus? Temos ensinado nossos filhos que Jesus Cristo é o único e suficiente salvador?

 A conseqüência do exemplo e ensino de Abraão é que Isaque honrou a memória de seu pai

“...deu-lhes os nomes que seu pai lhes dera...”

Um pai que é exemplo de vida e que ensina verdades eternas será sempre honrado...

Ao dar os mesmos nomes que seu pai havia dado aos poços, Isaque está honrando a memória do seu pai... Está dizendo: “o que meu pai me ensinou é uma verdade que não pode ser mudada e nem esquecida, mas honrada”. Que bela lição para nós pais!

 Neste tempo de tanta confusão, que Deus nos abençoe para que sejamos homens de exemplo de vida e que sejam mestres de seus filhos.

 

 Rev. Ézio Martins de Lima

      IPI Central de Brasília      

 

 

Oração     Aconselhamento.    Cadastramento

  _Para acessar o nosso site,  clique aqui.

  _Você está recebendo este e-mail por estar
cadastrado no PÃO QUENTE DIÁRIO.
  _Para cancelar o envio de mensagens
do PAOQUENTE.ORG, clique aqui.
 
 
 
designe by Joice Guimarães
Respeite os créditos autorais do texto 
e do designer(formatação) da mensagem
 
 
 
 
 

 
Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.msn.com
www.vocalelshaday.xpg.com.br
----- Original Message -----
Sent: Saturday, August 12, 2006 7:02 PM
Subject: RECUPERANDO A FIGURA PATERNA

09 agosto 2006

A Vida Cristã Praticada

A Vida Cristã Praticada

"Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim
também a fé sem obras é morta" (Tiago 2:26).

Todas as manhãs uma família se reunia e o pai orava
fervorosamente em favor dos pobres da comunidade. Ele orava
muito mas jamais deu qualquer coisa para ajudar os mais
carentes. Certa manhã, quando encerrava mais uma reunião de
oração doméstica, após interceder intensamente pelos
necessitados, seu pequeno filho disse: "Pai, eu desejaria
muito ser dono do seu armazém." "Por que, meu filho,"
perguntou o pai. "Porque assim poderia responder, eu mesmo,
as suas orações."

Até que ponto temos demonstrado que a presença de Cristo, em
nós, operou grandes mudanças? Temos validado o nosso
testemunho através de atitudes que glorificam o nome do
Senhor? Temos praticado aquilo que temos falado e ensinado a
outros?

Quando proclamamos que Deus é amor e que Seus filhos devem
viver em comunhão e amor, mas agimos de forma diferente,
escandalizamos ao nosso próximo e deixamos de ser bênção
para ser maldição. Se oramos, em público, com muito fervor,
pelas necessidades de um irmão e, podendo ajudá-lo nós
mesmos, mostramo-nos indiferentes, deixamos de ser um
cristão autêntico e nos tornamos fariseus. Deus não deseja
que vivamos uma vida apenas de aparências, mas que o nome de
Jesus seja exaltado em tudo o que falamos ou fazemos.

A prática da vida cristã, através do cumprimento dos ensinos
do Senhor, enriquece os nossos dias, traz paz ao coração e
coloca em nosso semblante um sorriso que problema algum
poderá tirar. A certeza de que Deus está conosco e o
regozijo de transmitir a Sua Palavra aos corações daqueles
que encontramos, produz a verdadeira felicidade que começa
aqui e se estenderá por toda a eternidade.

Você tem feito a sua parte?

Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet!

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!

http://pauloadriano.spaces.msn.com
www.vocalelshaday.xpg.com.br

02 agosto 2006

VERDADE PRESENTE

Esse ano foi um dos mais animados pra mim em relação a aniversário... pena que estou meio parado pra escrever, mas devo colocar alguma coisa aqui por esses dias. Não posso deixar meu primeiro e mais amado blog morrer, não é?

DEUS Conosco
http://DeusConosco.com


VERDADE PRESENTE



Por isso, sempre terei o cuidado de
lembrar-lhes estas coisas, se bem que
vocês já as sabem e estão solidamente
firmados na verdade presente.
2 Peter 1.12


Os cristãos têm a verdade bem presente, bem
disponível, sempre à sua disposição. Não é algo
difícil de acessar, nem impossível de
discernir, nem problemático para perceber.

O desafio quanto à verdade não é de conhecer,
mas sim de lembrar.

A verdade esquecida é igual à verdade
desconhecida. Pouco adianta conhecer a verdade
sem lançar mão dela e vivê-la.

Você tem hoje a verdade bem presente. Deus nos
comunica sua verdade. Está na Bíblia tudo o que
ele tem feito pelo ser humano por meio de Jesus.

Lembre-se esta verdade hoje.

--Randal Matheny, copyright © 2006

Qual a sua perspectiva sobre este versículo?
Comente aqui online:
http://deusconosco.com/2006/08/01/verdade-presente/