Loading...

19 dezembro 2008

Feliz Natal!

Muita música, muita festa, muita confraternização, muita luz, muito presente... Pra muita gente, o Natal é isso. Mas nós sabemos que o Natal vai bem mais além.
 
Natal é o início de uma trajetória de incompreensão, abandono e desprezo, cujo ponto mais alto é a humilhação pública sobre uma cruz de madeira, portanto uma coroa de espinhos, mas que termina com a glorificação e a assunção aos céus, com a certeza do "dever cumprido". Natal é comemorar não apenas que Jesus nasceu, mas que viveu aqui, sofreu por nós e, acima de tudo, VENCEU por nós, para que hoje tenhamos vida e vida com abundância!
 
Natal é encontrar Jesus, abrir-lhe o coração e deixá-lo fazer morada, assim como Zaqueu. Natal é receber a água da vida, assim como a Mulher Samaritana. Natal é proclamar a sua mensagem, assim como os pastores. Natal é crer que Ele é o Cristo, o Filho do Deus Vivo, assim como Pedro.
 
Que o seu Natal seja muito, muito feliz, cheio da graça de Deus e a presença de Jesus na sua vida. E assim, com certeza, 2009 será um ano de muita paz, muita alegria, muitas felicidades e muitas vitórias. Porque, o mundo pode se acabar, mas maior é o que está em nós do que o que está no mundo!
 
Feliz Natal!!!
 
                Feliz 2009!!!
 
 
Do seu amigo,

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://paulo2907.multiply.com/
http://abibliaeeu.blogspot.com
http://pauloadriano.spaces.live.com

16 dezembro 2008

A Verdadeira História do Natal

(Pronto, TC e TK, aí está o texto completo...)

Ao entrar no Shopping ficamos deslumbrados com os efeitos produzidos pelas luzes, que apontavam diretamente para um imenso pinheiro enfeitado com caixas embrulhadas em papéis multicoloridos... Ao lado da árvore estava uma manjedoura com um boneco de uma criança, ao seu lado um casal... Um pouco mais distante, estavam alguns bonecos de homens trajados rudemente... Do outro lado do pinheiro havia uma casa toda coberta de pequenas lâmpadas, ao seu lado um trenó puxado por renas, e dentro da casa um homem vestido de vermelho, com longas barbas brancas... um gorro vermelho na cabeça... um saco vermelho nas costas. O quadro, ainda que confuso, trouxe-me à consciência o fato de que estamos às vésperas do Natal...

Sinceramente percebemos que cada ano que se passa as representações se tornam mais confusas, a ponto de o significado do Natal estar cada vez mais sendo esquecido em detrimento dos novos personagens que compõem esta nova história': Papai Noel, Mamãe Noel, luzes, enfeites, presentes, comércio, banquetes... Então demos conta que no nascimento de Jesus, o Cristo, as circunstâncias também não eram diferentes... O fato que mudou a história da humanidade aconteceu na periferia de uma pequena vila, e os personagens mais próximos eram pastores de ovelhas, e alguns misteriosos reis do oriente... Nada de opulência! Nada de luzes! Nada de enfeites! Havia presentes, sim! O mais importante dos presentes! Aliás, o único que O Aniversariante continua esperando dos seres humanos: o LOUVOR!

O nascimento de Jesus Cristo é anunciado aos pastores em meio à música entoada por um coro angelical (Lucas 2.10-14). Particularmente, cremos que os anjos cantam para ensinar aos pastores que Jesus, o Cristo, é o Deus que merece toda Honra e todo Louvor. Os pastores aprenderam bem a lição... Não somente os pastores louvam a Jesus, como também os três reis-magos do oriente, que o fazem presenteando-O com ouro, incenso e mirra (Mateus 2.11), respectivamente símbolos da Realeza de Jesus (Apocalipse 17.14), do Sacerdócio de Jesus (Lucas 1.9; Hebreus 10.10-13), e da Sua morte propiciatória (João 19.39).

Então descobrimos o verdadeiro sentido do natal: Jesus nasceu! Seu nascimento é motivo de louvor, porque Ele é o Sacerdote que representa e intercede por todos os seres humanos da face da terra, em todas as eras, em todos os lugares, em todo o tempo, oferecendo-lhes gratuitamente o perdão dos pecados e a vida eterna. Jesus merece todo louvor, porque é Rei. Não um rei cujo trono se estende no mundo pelo poder da espada e da opressão! Não! Jesus é o Rei, cujo Reino está dentro dos corações dos que confessam Sua majestade e dão crédito às Suas palavras de Vida, Poder, Graça e Amor (Mateus 17.21). Contudo, Jesus também recebeu de presente a mirra... perfume utilizado nos rituais pós-morte... No nascimento de Jesus, prenuncia-se a Sua morte! O Sacerdote é ao mesmo tempo o próprio sacrifico; e no Seu sacrifício, o Rei estende Seu Reino Eterno sobre todas as culturas, línguas e nações...(Apocalipse 5.9).

É Natal! É tempo de Louvor ao Único que merece toda a honra, toda a glória e toda a adoração!

Em Cristo!

Rev. Ézio Martins de Lima

Igreja Presbiteriana Independente Central de Brasília

www.paoquentediario.com.br
----- Original Message -----
From: Ministério Pão Quente Diário
Sent: Sunday, December 02, 2007 7:48 PM
Subject: A Verdadeira História do Natal

--
Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://abibliaeeu.blogspot.com
www.jograis.oi.com.br

08 dezembro 2008

CUIDADO

CUIDADO

 

Olhei para a minha direita e vi; mas não havia quem me conhecesse; refúgio me faltou; ninguém cuidou da minha alma. Salmo 142.4

 

Ainda esta semana, trafegando pelas ruas da nossa Recife, encontrei um outdoor que dizia: "Quem não gosta de ser tratado com carinho?". Ao se verificar o corpo da mensagem, verifiquei que se tratava de um grupo hospitalar oferecendo serviços de Home Care (acho que é assim que se chama) e, dentre todas as "vantagens", eles colocam "muito calor humano". Confesso que fiquei impressionado e preocupado com o ponto a que chegamos. Calor humano agora está sendo vendido! E justamente pela medicina: o pessoal que se forma para salvar vidas, para cuidar de doentes! Onde é que vamos parar desse jeito?

No entanto, o que a Bíblia nos ensina é que devemos amar o nosso próximo como a nós mesmos. Se alguém não ama a seu irmão que vê, como pode amar a Deus que não vê (E de quem somos imagem e semelhança)? Além disso, o nosso amor deve ser demonstrado com obras, não pode ser apenas de palavra. Temos que demonstrar amor por esse mundo perdido e confuso, não apenas falando de Jesus, mas mostrando Jesus em nossas vidas: chorando, como Jesus chorou; compadecendo-nos, como Jesus se compadeceu; suprindo necessidades, como Jesus supriu; entregando-nos, como Jesus se entregou. E o amor de Jesus foi tão sacrificial que Ele se deu antes que qualquer um de nós pudesse dar-lhe alguma coisa. E assim, devemos amar sem esperar nada em troca.

Está chegando o Natal, a época das compras, das ceias, das confraternizações e dos presentes (normalmente de amigo secreto), mas o mundo está aí precisando amor, amor de verdade e nós, que somos Filhos de Deus, que temos o amor de Deus derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado, não podemos negar esse amor. Vamos levar Jesus ao mundo, fazendo boas ações de amor e cuidado àqueles que precisem de nós de alguma forma: compartilhe, distribua, doe, enfim, faça o que Jesus faria nesta situação. E com muito calor humano... sem cobrar, ok?

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://paulo2907.multiply.com
http://abibliaeeu.blogspot.com
www.jograis.oi.com.br