Loading...

24 abril 2006

Feliz oCristão que Ora - I

"Senhor, ensina-nos a orar...". (Lucas 11.1)

(Primeira Parte)

          A oração é um fenômeno presente em todas as religiões. O homem que crê, ora. Ora porque crê, e crê porque ora. O que difere a oração cristã das orações presentes em outras religiões?

          Leiamos Lucas, 11.1: "Estava Jesus em certo lugar orando e, quando acabou, disse-lhe um dos seus discípulos: Senhor, ensina-nos a orar...". Por que os discípulos pediram para que Jesus os ensinasse a orar? Eles não sabiam? Claro que sim! Todos eram homens religiosos, que participavam da vida religiosa de Israel, e, portanto, desde tenra idade tinham aprendido a orar.

          Quando os discípulos pedem para aprender a orar estão na verdade pedindo para orar como Jesus orava. Não apenas uma simples oração, mas aprender aquela oração que rompe os céus, que nos torna certos de que nossas palavras 'sobem aos céus' e que Deus 'fende os céus' em resposta àquele que ora.

          Jesus não ensina um método, não dá simplesmente um modelo. Jesus ensina que oração é intimidade, é relação. É assim que nasce o desejo de orar: da intimidade com Jesus. O texto nos informa: "Estava Jesus em certo lugar orando...". É a partir da proximidade com Jesus que os discípulos desejam aprender a orar.

          Quanto a nós, não iremos orar da forma correta até que nos aproximemos de Jesus e busquemos intimidade com Ele. Toda oração sem intimidade com Deus são apenas palavras jogadas ao vento, frutos de lábios religiosos, mas de um coração distante do Senhor.

          A oração cristã é peculiar na medida em que estabelece a comunhão como princípio. Deus é chamado de Pai. A palavra que Jesus usa para 'Pai' é o aramaico 'Abá', que significa literalmente 'papaizinho'. Não que tenhamos que orar invocando a Deus assim! Podemos invocá-lo chamando-o de 'Pai', 'Senhor', 'Rei', 'Deus', 'Javé' (Jeová). A forma aqui não importa. O importante é a intimidade que nasce da reverência, do temor, da entrega, da submissão, do conhecimento, da experiência, da proximidade... 

            Como esta intimidade com o Pai é possível? Somente por causa da proximidade com Jesus. "Vós não me escolhestes a Mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos designei, para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em Meu nome, Ele vo-lo conceda" (João, 15.16). "E Eu lhes dei a glória que a Mim me deste, para que sejam um, como Nós somos um; Eu neles, e Tu em mim..." (João 17.22-23).

          Sejamos Felizes! Oremos!

Rev. Ézio Martins de Lima
Igreja Presbiteriana Independente Central de Brasília - DF



Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://spaces.msn.com/members/pauloadriano

14 abril 2006

QUEM É DEUS?

Quem é Deus...Ele pode ser conhecido.
Deus, que criou o universo em toda a sua imensidão e detalhes criativos, pode ser conhecido por nós. Ele nos conta sobre si mesmo, mas também nos revela muito mais. Deus nos convida a ter um relacionamento com ele, onde podemos conhecê-lo pessoalmente. Não somente podemos aprender sobre ele, como podemos conhecê-lo, intimamente.
"Não se glorie o homem sábio em sua sabedoria nem o forte em sua força nem o rico em sua riqueza, mas quem se gloriar, glorie-se nisto: em compreender-me e conhecer-me, pois Eu sou o Senhor e ajo com lealdade, com justiça e com retidão sobre a terra, pois é dessas coisas que me agrado", declara o Senhor. (Jeremias 9:23, 24) NVI

Quem é Deus...Ele é Acessível.
Deus nos convida a conversarmos com ele e deixá-lo saber de tudo o que nos preocupa. Nós não precisamos primeiro consertar as nossas atitudes. Também não precisamos ser educados, teologicamente corretos ou santos. É da própria natureza de Deus ser amável e receptivo quando vamos até Ele.
"O Senhor está perto de todos os que o invocam, de todos os que o invocam com sinceridade". (Salmos 145:18) NVI

Quem é Deus...Ele é Criativo.
Tudo o que nós fazemos é formado por materiais existentes ou construído com coisas que já foram criadas. Deus tem a capacidade de falar e trazer coisas à existência, não somente as galáxias e as formas de vida, mas também soluções para os problemas de hoje. Deus é criativo, por nós. É desejo dele que saibamos disso e confiemos em Seu poder.
"Proclamarão o glorioso esplendor de tua majestade, e meditarei nas maravilhas que fazes." (Salmos 145:5) NVI
"...De onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra." (Salmos 121:1,2) NVI


Quem é Deus...Ele é Honesto.
Assim como uma pessoa que compartilha com você seus pensamentos e sentimentos, Deus claramente nos conta sobre ele mesmo, a única diferença que existe, é que ele é sempre honesto. Tudo o que ele conta sobre ele mesmo, ou sobre nós, é uma informação confiável. Mais verdadeiro do que nossos sentimentos, pensamentos e percepções, Deus é completamente preciso e honesto no que diz. Nós podemos confiar completamente em cada promessa que Ele nos faz, Ele cumpre. Nós podemos conhecê-lo com base em sua palavra.
"A explicação das tuas palavras ilumina e dá discernimento aos inexperientes."
"A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho." (Salmos 119:130,105) NVI


Quem é Deus...Ele é Capaz.
Você gostaria de estar 100% correto, sobre todas as coisas? Deus pode. Sua sabedoria não tem limites. Ele entende todos os elementos de uma situação, incluindo a história e os eventos futuros relacionados a ela. Nós não precisamos atualizá-lo, aconselhá-lo ou persuadi-lo a fazer a coisa certa. Ele fará, porque ele é capaz e porque seus motivos são puros. Quando confiamos nele, podemos estar certos de que ele nunca cometerá erros, nunca nos deixará enfraquecidos ou nos enganará. Você pode confiar completamente nele. Ele fará o que é certo, em todas as circunstâncias, em todo o tempo.
"Nenhum dos que esperam em ti ficará decepcionado..." (Salmos 25:3) NVI

Fonte: http://www.suaescolha.com/wires/whatlike.html

11 abril 2006

Solidariedade entrecrianças - 11/04/2006

Solidariedade entre crianças

Leia Atos 20.35

"Tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração." Atos 2.46

No primeiro dia de aula de meu netinho, Johrdan, eu estava tão envolvida na compra do material escolar que me esqueci de dar o dinheiro de seu lanchinho, vendido na cantina da escola.

Ao voltar da escola, eu lhe disse: "Fiquei triste por você não ter feito seu lanche na escola". Então, ele me respondeu: "Vovó, eu lanchei sim!" "Como se você não levou dinheiro?"

"Foi assim, disse-me ele, eu estava sentado à minha mesinha, sem o lanche, mas de repente, apareceram biscoitos sobre a mesinha. Dois coleguinhas, Felipe e Riam, disseram para eu comer, porque foram eles que colocaram os biscoitos. Então, não senti fome..."

Agradeci a Deus pelo gesto de solidariedade de seus amiguinhos que, tão pequenos, já cumprem com espontaneidade o que Jesus nos ensina sobre o partir do pão.

Oração: Deus, nosso Criador, agradeço-Te pelos Teus ensinamentos serem tão proveitosos para nossa vida, especialmente para as crianças, que abrem seus corações ao ouvir falar de Ti. Que elas guardem para sempre a Lei que nos deste por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador. Amém!

Pensamento do dia

Nunca podemos ignorar as crianças, pois elas podem nos ensinar muito sobre os mandamentos de Deus.

Elza Barbosa Ferreira (Saquarema, RJ)

Oremos para que todo ser humano reconheça e pratique o amor de Jesus.



Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://spaces.msn.com/members/pauloadriano

---- Mensagem Original ----
From: "Eduardo Luiz Torres Alves"

04 abril 2006

Derramando o Interior

Derramando o Interior

"Quem crê em mim, como diz a Escritura, do seu interior correrão rios de água viva" (João 7:38).

Certa ocasião, uma das enfermeiras, em um hospital de Londres, reclamou com o Capelão Geral que estava indignada pela forma rude com que havia sido tratada por alguns pacientes. "Agradeça a Deus por isso," foi a resposta. "Como assim?" perguntou, surpresa, a enfermeira. "Porque," respondeu o Capelão, "se você está levando uma vasilha e alguém esbarra em você, só o que está dentro da vasilha pode ser derramado. Quando as pessoas nos julgam mal e nos perseguem, nós somente podemos derramar o que está do lado
de dentro. No caso de uma pessoa sem Deus, provavelmente reagirá com um palavrão ou mesmo rogará uma praga. Mas se você estiver cheia do Espírito Santo, manifestará o amor de Cristo e surpreenderá ao agressor."

Todos nós, em algumas ocasiões, experimentamos situações onde somos vítimas de agressões injustas e desnecessárias. Às vezes não entendemos a reação grosseira de uma pessoa amiga, ou uma palavra dura em um momento em que não havia motivos para isso. e qual tem sido a nossa atitude na hora da ofensa? Rebatemos com a mesma intensidade a
violência sofrida ou, como filhos de Deus que devem produzir os frutos do Espírito, mantemos a tranquilidade e o domínio, oferecendo o outro lado, ou seja, um gesto de amor e compreensão?

Certamente tudo dependerá do nosso compromisso e envolvimento com o Senhor. Se somos cristãos mas continuamos inseridos no contexto deste mundo, provavelmente ainda teremos coisas mundanas a jogar para fora de nosso interior. Se a nossa vida já foi inteiramente lavada pelo Senhor Jesus e se O levamos dentro do coração, nada mais de mal poderá ser usado naquela hora e o nome de Jesus será glorificado em nossa atitude.

Que tenhamos sempre motivos para agradecer a Deus, quando formos alvos de ataques injustificáveis daqueles que nos cercam. E que o amor do Senhor, dentro de nós, seja sempre usado em toda e qualquer circunstância. Assim sendo, todos serão abençoados e a paz de Deus jamais nos deixará.

Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet!

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://spaces.msn.com/members/pauloadriano