Loading...

25 agosto 2014

Arão x Jesus

Ontem estive lendo Êxodo 28. É a parte onde Deus dá a Moisés o modelo da roupa sacerdotal de Arão, que seria o Sumo Sacerdote, aquele que intercederia junto a Deus pelo seu povo. É interessante pensar em como Deus é cuidadoso e organizado e pensou em tudo nos mínimos detalhes, mas três versos me chamaram a atenção quando eu estava lendo:

12 – E porás as duas pedras nas ombreiras do éfode, por pedras de memória para os filhos de Israel; e Arão levará os seus nomes sobre ambos os seus ombros, para memória diante do Senhor

29 – Assim Arão levará os nomes dos filhos de Israel no peitoral do juízo sobre o seu coração, quando entrar no santuário, para memória diante do SENHOR continuamente.

38 – E estará sobre a testa de Arão, para que Arão leve a iniquidade das coisas santas, que os filhos de Israel santificarem em todas as ofertas de suas coisas santas; e estará continuamente na sua testa, para que tenham aceitação perante o SENHOR.

Arão era aquele que iria oferecer sacrifícios pelo povo, pedir perdão pelos seus pecados e para isso, Deus lhe fez carregar o povo no seus ombros, no seu coração e na sua testa.

Jesus também é o nosso Sumo Sacerdote (leia Hb 4.14; 5.10; 6.20; 7.26; 8.1-3; 9.25). O seu sacrifício foi maior do que todos os outros anteriormente realizados. Através do sangue de Jesus, recebemos a vida e vida eterna. Quando ofereceu o Sacrifício de Expiação por nós, Jesus carregou em seus ombros a pesada cruz, com nossos pecados. Teve em sua cabeça uma coroa de espinhos (que somente Ele deve saber o quanto doeu); e no seu coração, derretido com cera (Sl 22.14), estava o seu imenso amor. E ainda depois de morto foi ferido no seu lado. Jesus te amou tanto que deu sua vida por você e o seu amor permanece de pé até hoje. Ali na cruz o teu nome estava gravado em seus ombros, em seu coração e em sua testa. Como deixar de atentar para tão grande amor?