Loading...

25 novembro 2008

RENUNCIANDO À IMPIEDADE

Seguindo (finalmente) o post "JESUS, NOSSO MESTRE", quero me deter na primeira parte do que Jesus nos ensina. É interessante primeiramente notar que esse ensinar tem o sentido de "moldar o caráter de outrem pela repreensão e admoestação". Assim, podemos afirmar que Jesus nos admoesta a renunciarmos à impiedade. Mas, o que é impiedade? Na realidade, ser chamado de ímpio é algo que nenhum crente gosta. Tem uma conotação de que a pessoa é um não-converso, um perverso da pior espécie ou coisa parecida. Mas a impiedade é algo que pode ser praticada por qualquer um, mesmo os que se dizem crentes em Cristo Jesus, ao quais é dada a tarefa urgente de renunciá-la.

Vamos lá. Impiedade vem do grego asebeia (asebia) e significa "Falta de reverência a Deus, maldade". Nos nossos dias, muito se fala de irreverência, jeito irreverente etc. Mas essa de que Paulo fala é a irreverência contra o Senhor e contra a sua Palavra, suas ordenanças. E, olhando para o mundo de hoje, é difícil perceber a impiedade no mundo? Se você achou difícil responder, então, aqui vão algumas características do que é ser ímpio. Guarde-nos Deus de estar entre elas.

Salmo 50.16-20:

Mas ao ímpio diz Deus: Que tens tu que recitar os meus estatutos e que tomar o meu concerto na tua boca, pois... Aborreces a correção – Ninguém quer ser repreendido hoje em dia. Todo mundo quer estar certo. E agora, a própria lei, ajuda os filhos a crescerem sem a correção dos pais. O mundo está se tornando quase sem regras de convivência. Além disso, como disse o Apóstolo Paulo, a palavra lhes dá comichão nos ouvidos, então também não querem ouvir dos seus pecados para se arrependerem.

E lanças as minhas palavras para detrás de ti? Para muitos a Bíblia é um livro ultrapassado e a Lei de Deus não serve. Estão cegos em seu entendimento. Além disso, o mundo de hoje está fazendo de tudo para abolir a Palavra de Deus da vida das pessoas.

Quando vês o ladrão, consentes com ele; – Por algum acaso você gostou do final de "Onze homens e um segredo"? Talvez você não concorde com a corrupção no meio político, mas concorda na ficção. Isso é certo? O mundo está invertendo os valores e a mídia tem mostrado muito isso. Tem aquela velha questão do "ladrão que rouba ladrão" ou o mito de Robin Hood, que roubava dos ricos para dar aos pobres, mas roubo é roubo, não importa quem rouba ou quem é roubado.

E tens a tua parte com adúlteros. – Já percebeu que toda novela tem aquela mulher que sofre, que é traída pelo marido, que apanha etc.? Depois ela "dá o troco" e todo mundo acha lindo, aplaude e por aí vai. Isso é concordar com o adultério, sabia? E adultério é pecado, não importa a motivação.

Soltas a tua boca para o mal, – Quantos pais que amaldiçoam seus filhos com palavras de derrota. Quantas pessoas amaldiçoam a si próprias e a outrem. Quantos cantam letras demoníacas, vindas diretamente do inferno, e acham tudo isso muito "normal", muito "cultural", muito "legal".

E a tua língua compõe o engano. – A mentira já é algo comum nos nossos dias. As pessoas não confiam mais umas nas outras porque ninguém sabe quem está dizendo a verdade, quem está "comprando aqui para vender ali". Será que no meio de toda essa falsidade, alguém pode dizer que eu e você somos pessoas confiáveis? Que a nossa palavra é uma só onde quer que estejamos?

Assentas-te a falar contra teu irmão; falas mal contra o filho de tua mãe. – O ímpio fala mal dos seus irmãos, e isso tanto pode se aplicar aos irmãos carnais quanto aos espirituais e, se formos considerar que somos TODOS filhos de Adão, à humanidade como um todo. Hoje as pessoas falam mal do governo, da família, dos professores, enfim, de tudo e de todos. Querem se promover à custa da desgraças de outrem.

Mas não é esse o modelo que Jesus deixou para nós. Não é essa vida que Cristo quer que tenhamos. Se a nossa esperança é de um dia nos encontrarmos com Ele na sua glória... Precisamos renunciar a impiedade. Precisamos estar firmes na fé e dar testemunho cristão onde quer que estejamos. Foi para isso que nos comprou. Foi para isso que a graça de Deus se manifestou.

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://paulo2907.multiply.com
http://abibliaeeu.blogspot.com
www.jograis.oi.com.br

19 novembro 2008

Mais barato Que Um Filme

Mais barato Que Um Filme

"Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto
está perto" (Isaías 55:6).

Uma mulher levou seus três filhos pequenos, dois meninos e
uma menina, para assistir um filme na matinê de sábado à
tarde. As entradas custavam 5 reais e a filha viu quando a
mãe entregou duas notas de 10 reais e recebeu os quatro
ingressos. No dia seguinte, a mãe estava na igreja com a
filha. Na hora das ofertas, a menina viu quando a mãe abriu
a bolsa e, retirando uma nota de 1 real, colocou no local
destinado às contribuições. A pequena menina olhou firme
para sua mãe e em um tom de voz que pôde ser ouvido por
todos que estavam perto delas, falou: "Mãe, igreja é muito
mais barato que um filme, não é?"

Que valor temos dado ao trabalho em nossas igrejas? O que
temos oferecido para que o nome do Senhor Jesus seja
proclamado até os confins da terra? Que importância temos
dado à nossa vida espiritual e ao nosso relacionamento com
Deus?

Além de ofertarmos muito menos do que deveríamos, pelo muito
que temos recebido do Senhor em nossas vidas, o que mais
temos negado a Deus? Temos retido o tempo que deveríamos
dedicar a Ele? Temos economizado o amor que deveria ser
demonstrado ao próximo, como Ele nos ensinou? Temos dado
prioridade a outros compromissos em vez de comparecer aos
cultos para louvar e adorar o Seu nome?

Como seríamos mais abençoados se entendêssemos o valor de
estar na presença de Jesus! O nosso mundo seria melhor, a
nossa vida seria mais agradável, os nossos dias seriam mais
ensolarados. Muitas vezes nos sentimos tristes, desanimados,
inquietos, e não entendemos o motivo. Corremos para aqui e
para ali em busca de oração e socorro espiritual. Na
realidade o que nos falta é a paz de Deus no coração, a
alegria de servir ao Senhor, a fé que só adquirimos quando
aprendemos a olhar para o alto, a certeza de que o Senhor
vale mais que um filme, que uma vida de interesses pessoais,
que tudo o mais existente no mundo.

A existência da igreja do Senhor -- nós, os filhos de Deus
-- custou muito caro. Custou o sangue de Jesus na cruz do
Calvário. Sejamos gratos a Ele por tão grande amor.

Paulo Roberto Barbosa.

17 novembro 2008

[DEUS Conosco] Grande alegria (Tg 1.2)

GRANDE ALEGRIA

   Meus irmãos, considerem motivo de grande
   alegria o fato de passarem por diversas
   provações.                     Tiago 1.2

Tiago começa já virando o mundo de ponta-cabeça. As
filosofias e as idéias populares encaram as
dificuldades e o sofrimento como sendo negativos,
maus, desvantajosos.

No reino de Deus até as provações e aflições têm seu
lugar, produzem -- por causa de Cristo -- bons frutos
e trazem efeitos benéficos.

Assim, os cristãos as consideram com GRANDE alegria,
não uma pequena ou média alegria.

Elas nos levam a agarrar-nos mais ainda a Cristo. Deus
as usa para nos amadurecer e nos preparar melhor para
sua presença eterna.

E Tiago sabe que não há nada melhor que isso.

                    --Randal Matheny, copyright © 2008

O QUE ACHOU?
Diga! Este é seu espaço para comentários:
http://deusconosco.com/2008/11/16/grande-alegria/

Citações bíblicas da Nova Versão Internacional
(IBS, 2000) quando não especificada a versão.

Para assinar DEUS Conosco, envie mensagem para:
deusconosco-subscribe@welovegod.org
Para cancelar a assinatura, envie mensagem para:
deusconosco-unsubscribe@welovegod.org
Para comandos adicionais, envie mensagem para:
deusconosco-help@welovegod.org
Um serviço do Projeto Alcance - http://alcanceweb.com

11 novembro 2008

INSUBSTITUÍVEL

INSUBSTITUÍVEL

Em uma sala de reunião de uma multinacional o CEO, nervoso, fala com sua equipe de gestores. Agita as mãos, mostra gráficos e olhando nos olhos de cada um ameaça: 'ninguém é insubstituível'. A frase parece ecoar nas paredes da sala de reunião em meio ao silêncio. Os gestores se entreolham, alguns abaixam a cabeça. Ninguém ousa falar nada.

De repente um braço se levanta e o CEO se prepara para triturar o atrevido:
- Alguma pergunta?
- Tenho sim. E o Beethoven?
- Como? - o CEO encara o gestor confuso.
- O senhor disse que ninguém é insubstituível e quem substitui o Beethoven?

Silêncio!

Ouvi essa estória esses dias contada por um profissional que conheço e achei muito pertinente falar sobre isso. Afinal as empresas falam em descobrir talentos, reter talentos, mas, no fundo continuam achando que os profissionais são peças dentro da organização e que quando sai um é só contratar outro para pôr no lugar.

Quem substitui Beethoven? Tom Jobim? Ayrton Senna? Ghandi? Frank Sinatra? Dorival Caymmi? Pelé? Garrincha? Michael Phelps? Santos Dumont? Monteiro Lobato? Faria Lima? Elvis Presley? Os Beatles? Jorge Amado? Paul Newman? Tiger Woods? Albert Einstein? Picasso?

Todos esses talentos marcaram a História fazendo o que gostam e o que sabem fazer bem - ou seja - fizeram seu talento brilhar. E, portanto, são, sim, insubstituíveis.

Cada ser humano tem sua contribuição a dar e seu talento direcionado para alguma coisa. Está na hora dos líderes das organizações reverem seus conceitos e começarem a pensar em como desenvolver o talento da sua equipe focando no brilho de seus pontos fortes e não utilizando energia em reparar 'seus gaps'.

Ninguém quer saber se Beethoven era surdo, se Picasso era instável, Caymmi preguiçoso, Kennedy egocêntrico, Elvis paranóico. O que queremos é sentir o prazer produzido pelas sinfonias, obras de arte, discursos memoráveis e melodias inesquecíveis, resultado de seus talentos.

Cabe aos líderes de sua organização mudar o olhar sobre a equipe e voltar seus esforços em descobrir os pontos fortes de cada membro.

Fazer brilhar o talento de cada um em prol do sucesso de seu projeto.

Se você ainda está focado em 'melhorar as fraquezas' de sua equipe corre o risco de ser aquele tipo de líder que barraria Garrincha por ter as pernas tortas, Albert Einstein por ter notas baixas na escola, Beethoven por ser surdo e Gisele Bundchen por ter nariz grande.

E na sua gestão, o mundo teria perdido todos esses talentos???

Li no BI de hoje na empresa. Achei legal.
-- 
Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!


-- 
Esta mensagem foi verificada pelo sistema de antivírus e
acredita-se estar livre de perigo.

03 novembro 2008

Marketing

"A máxima refrescância. Prazer em dobro. Surpreenda os seus sentidos. Experimenta! Uma aventura de tirar o fôlego. Adrenalina total. Você merece. Sofisticação ao seu alcance. Para poucos. Você merece. Você merece. Você precisa."

As mensagens que nos embalam (no sentido de embalagem mesmo) dizem que precisamos experimentar sensações-limites, devemos viver intensamente, devemos ter êxtases sensoriais cada vez maiores, sob pena de não estarmos "vivendo". O que ontem nos surpreendeu, hoje é corriqueiro, precisamos de uma dose maior.

É estranho que fiquemos assustados quando os adolescentes submetidos a esse discurso desde bebês se lancem nas drogas. Eles "precisam" viver, "precisam" sentir emoções fortes, "precisam" tirar os pés do mundo ordinário! Caso contrário, terão apenas existido, e a vida é pra ser vivida...

Mas não "precisamos" apenas experimentar, sentir, viver; "precisamos" ostentar. Um carro não serve mais apenas para nos deslocar por aí. O comercial mostra o sujeito orgulhoso de sua nova aquisição deixando a garagem entreaberta ou cortando a cerca viva de sua casa para que quem passa por fora possa ver aonde ele chegou, possa ver que, a julgar pelo objeto de luxo que ele adquiriu, "ele chegou lá". Ele não é qualquer um, ele não é condicionado pelo mundo ordinário. Um celular faz tempo que não serve mais apenas para comunicação e uma televisão para assistir programas de péssima qualidade. Eles "precisam" ter o máximo de funções agregadas, porque são objetos de exposição e porque "precisamos" do máximo conforto, da máxima conveniência.

O mundo gira graças ao combustível desse monte de necessidades artificiais. É para consumir que nos esfalfamos, porque o consumo nos permite viver as sensações que nós acreditamos que precisamos viver para continuar existindo e porque ele nos permite alcançar aceitação em uma coletividade ou destaque dentro dela. E, se o consumo não basta, nós nos consumimos a nós mesmos, e o caso das drogas citado aí acima é só um exemplo. Sexo, pornografia, poder, sucesso, manipulação, trabalho excessivo, são todas formas de auto-consumo, tentativa vã de entregar à vida algum sentido ou propósito.

Como se fosse antevendo esse estado de coisas que Paulo suplicou: "não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação de vossa mente, para que experimenteis [isso sim vale a pena "experimentar"] qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus" (Romanos 12:2). Não conformar-se, amigo, significa não consentir em entrar na mesma fôrma. Viver é muito mais do que dizem por aí.

Marco Aurélio Brasil, 31/10/08

01 novembro 2008

Mais um Prêmio.

Alguns irmãos blogueiros (entre eles: o Tharsis, o Sílvio e os Edd) indiaram este blog ao Prêmio Blog de Ouro. Antes, já haviamos recebido outros três prêmios: DardosButterfly Award Brillante Weblog 2008.
Desde já agradeço primeiramente a Deus, o centro de tudo isso, o que nos dá inspiração e estímulo para continuar nosso trabalho aqui. Também agradeço a todos os amigos blogueiros e quero dizer que estou feliz em poder ter este blog linkado nos de vocês. Estou mesmo feliz por ter voltado à atividade inspirado pelo TK e os Edd. Que Deus continue abençoando cada um de nós, que possamos usar este veículo, que é a internet, para proclamar a Palavra do Senhor da melhor maneira possível.
Ao Prêmio, eu indico todos os blogs que estão linkados aí ao lado. Todos merecem, pois são verdadeiros proclamadores da Palavra de Deus.
"Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas e segue a justiça, a piedade, a fé, a caridade, a paciência, a mansidão. Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas". 1 Tm 6.11,12