Loading...

31 janeiro 2008

Cantando, A Fé Supera Os Obstáculos

Cantando, A Fé Supera Os Obstáculos

"Então lhes perguntou: Onde está a vossa fé?" (Lucas 8:25)

Um velho escritor nos diz: "Fé e razão podem ser comparadas
a dois viajantes. A fé é como um homem que goza de plena
saúde e que pode caminhar vinte ou trinta milhas sem
interrupções e sem nada sofrer. A razão é como uma criança
que, com dificuldades, pode caminhar apenas três ou quatro
milhas. em um determinado dia, a razão diz para a fé: 'ó,
boa fé, deixe-me caminhar contigo.' A fé responde: 'ó,
razão, tu nunca caminhaste comigo." Porém, tentando caminhar
juntos, partiram mas logo perceberam que seria muito difícil
manter a companhia. Quando chegaram a um profundo rio, a
razão falou: 'eu nunca poderei atravessá-lo. A fé atravessou
cantando. Quando ambas alcançaram uma íngreme montanha, a
mesma exclamação de desespero; e a fé, para não deixar a
razão para trás, foi obrigada a carregá-la nas costas. Oh,
quão dependente da fé é a razão!"

Por que Deus fez da fé o ingrediente indispensável na
aproximação do homem para Ele? Não é justamente porque a
razão do homem só pode ir até certo limite? Onde a razão
encontra um obstáculo insuperável, a fé ultrapassa-o porque
está firmada em Deus e conhece cada um dos mistérios
celestiais.

Como estamos tentando atravessar os duros caminhos de nossa
vida? Estamos viajando ao lado da razão ou da fé? Facilmente
nos desesperamos e queixamo-nos dos obstáculos que pela
frente encontramos, seguindo o exemplo da razão ou, com
louvores nos lábios, deixamo-nos dirigir pela fé crendo que
nenhum empecilho poderá desviar o nosso propósito de seguir
em frente, em busca de nossos sonhos e de nossa felicidade?

Quando nos deixamos levar pela razão, ficamos limitados às
circunstâncias e a possibilidade de fracasso e desânimo é
muito grande. Quando confiamos em Deus e seguramos as mãos
da fé, nada pode frustrar nossos ideais e problema algum
impedirá a nossa vitória.

Viaje junto à fé e certamente alcançará a sua bênção.

Paulo Roberto Barbosa.
Um cego na Internet!

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
www.jograis.oi.com.br
www.vocalelshaday.xpg.com.br

28 janeiro 2008

Acabando Com Os Charcos

Acabando Com Os Charcos
 
"Mas os seus charcos e os seus pântanos não sararão; serão
deixados para sal" (Ezequiel 47:11).
 
Dr. J. H. Jowett, falando a respeito da importância da
unidade e da falta de comunhão entre as pessoas, usou as
seguintes palavras: "Quando a maré está baixa, existe grande
quantidade de charcos na orla. Quando a maré está alta, eles
se juntam e as pequenas separações ficam perdidas em uma
união esplêndida."
 
Quando a nossa vida enfrenta uma maré espiritual baixa,
perdemos o amor aos irmãos, deixamos de participar da vida
evangelizadora da igreja, nosso relacionamento com Deus se
esfria e esquecemos do valor que temos diante do Senhor e da
promessa de que em tudo "seremos mais do que vencedores."
 
A experiência vitoriosa da Igreja Primitiva deixa de fazer
parte de nosso cotidiano. Não mais vivemos em plena comunhão
com todos e os interesses passam a ser outros. Não mais
estamos unidos de alma e muito menos temos o mesmo
pensamento. Isolamo-nos, passamos a viver longe da fonte de
água viva e não desfrutamos mais do manancial de bênçãos.
Como pequenos charcos, de águas paradas e sem vida,
convivemos apenas com as lembranças do que outrora havia
sido uma vida feliz e abundante.
 
Mas a situação não é definitiva. As coisas podem mudar. As
bênçãos ainda estão disponíveis para cada um de nós. A maré
do amor incomensurável de Deus, começa a subir. Ela sempre
sobe para nos alcançar. Ela quer acabar com os charcos da
desilusão e da tristeza. Quer nos trazer de volta ao
convívio com as vitórias. Quer, de novo, inundar nossos
corações com a verdadeira felicidade.
 
Permitamos que os charcos desapareçam, que as águas paradas
nunca mais voltem a se formar. Estendamos nossas mãos e nos
juntemos aos demais que nunca se deixaram transformar em
pântanos de fracasso espiritual. A vida nos espera, o júbilo
está à nossa frente de braços abertos. Sigamos junto à maré
alta da graça abundante de Deus.
 
Paulo Roberto Barbosa.
Um cego na Internet!
 
Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
www.jograis.oi.com.br
www.vocalelshaday.xpg.com.br

24 janeiro 2008

Como somos frágeis...

COMO SOMOS FRAGÉIS...

Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco e depois se desvanece. Tg 4.14

Há duas semanas aconteceu com um ministro amigo meu um fato que seria até cômico, se não fosse trágico. Ele estava num dos nossos mercados aqui e escorregou numa casca de uva. Mas a queda foi tão grande, que houve fratura, um osso mudou de lugar e ele teve que ser cirurgiado. Uma coisa simples, apenas uma casca de uva, mas que causou um estrago tão grande...

Isso me levou a pensar: Como somos frágeis, não é? Uma coisa tão pequena causou um estrago tão grande numa pessoa enorme. Às vezes pensamos que somos muita coisa (não que eu esteja falando do ministro, ok? Ele é meu amigo), mas na realidade não somos nada. Quantas pessoas não correram aos postos de vacinação em Brasília com medo da febre amarela? E qual a causa? Um pequeno vírus, que nem é visto a olho nu! Enquanto muitos de nós pensam que podem, que fazem e acontecem, que mandam e desmandam, há coisas minúsculas que podem nos derrubar num piscar de olhos.

Por isso a Bíblia diz que devemos ser humildes, pois grande mesmo só Deus que nos criou e nos sustenta. A nossa vida está em suas mãos e quando menos esperarmos pode ser a hora de partirmos deste mundo. Viemos do pó e para ele voltaremos (Gn 3.19). No entanto, a palavra de Deus também nos diz que Deus conhece a nossa estrutura e lembra-se de que somos pó (Sl 103.14). Por isso a nossa confiança deve estar sempre no Senhor, sempre no Senhor! Como homens, somos fracos, mas na sua força somos fortes; somos imperfeitos, mas servimos àquele que derramou seu sangue para nos purificar do pecado; somos pequenos, mas o nosso Deus é grande.

Assim, não devemos ser orgulhosos, pois só Deus é aquele que pode dizer "Eu vivo para sempre" (Dt 32.40). Mas também devemos ser confiantes, pois podemos todas as coisas naquele que nos fortalece (Fp 4.12,13). Mesmo o maior problema, a maior luta, a maior dificuldade não são maiores do que o nosso Deus. É certo que uma casca de uva pode nos derrubar, mas confiamos em Deus que não deixará que as conseqüências sejam trágicas.

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
www.jograis.oi.com.br
www.vocalelshaday.xpg.com.br

Como somos frágeis...

COMO SOMOS FRAGÉIS...

Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco e depois se desvanece. Tg 4.14

Há duas semanas aconteceu com um ministro amigo meu um fato que seria até cômico, se não fosse trágico. Ele estava num dos nossos mercados aqui e escorregou numa casca de uva. Mas a queda foi tão grande, que houve fratura, um osso mudou de lugar e ele teve que ser cirurgiado. Uma coisa simples, apenas uma casca de uva, mas que causou um estrago tão grande...

Isso me levou a pensar: Como somos frágeis, não é? Uma coisa tão pequena causou um estrago tão grande numa pessoa enorme. Às vezes pensamos que somos muita coisa (não que eu esteja falando do ministro, ok? Ele é meu amigo), mas na realidade não somos nada. Quantas pessoas não correram aos postos de vacinação em Brasília com medo da febre amarela? E qual a causa? Um pequeno vírus, que nem é visto a olho nu! Enquanto muitos de nós pensam que podem, que fazem e acontecem, que mandam e desmandam, há coisas minúsculas que podem nos derrubar num piscar de olhos.

Por isso a Bíblia diz que devemos ser humildes, pois grande mesmo só Deus que nos criou e nos sustenta. A nossa vida está em suas mãos e quando menos esperarmos pode ser a hora de partirmos deste mundo. Viemos do pó e para ele voltaremos (Gn 3.19). No entanto, a palavra de Deus também nos diz que Deus conhece a nossa estrutura e lembra-se de que somos pó (Sl 103.14). Por isso a nossa confiança deve estar sempre no Senhor, sempre no Senhor! Como homens, somos fracos, mas na sua força somos fortes; somos imperfeitos, mas servimos àquele que derramou seu sangue para nos purificar do pecado; somos pequenos, mas o nosso Deus é grande.

Assim, não devemos ser orgulhosos, pois só Deus é aquele que pode dizer “Eu vivo para sempre” (Dt 32.40). Mas também devemos ser confiantes, pois podemos todas as coisas naquele que nos fortalece (Fp 4.12,13). Mesmo o maior problema, a maior luta, a maior dificuldade não são maiores do que o nosso Deus. É certo que uma casca de uva pode nos derrubar, mas confiamos em Deus que não deixará que as conseqüências sejam trágicas.

 

Paulo Adriano Rocha

NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!

07 janeiro 2008

O Dó da Vida

O Dó da Vida

 

Quando Lloyd Douglas, autor de The Robe (O Manto) e outros romances, estava na faculdade, ele morava num alojamento. Um professor de música aposentado, preso a uma cadeira de rodas residia no primeiro andar. A cada manhã, Douglas punha a cabeça na porta do apartamento do professor e fazia a mesma pergunta: "Bem, qual é a boa notícia?" O velho apanhava seu diapasão, batia com ele no lado da cadeira de rodas e dizia, "Esse é o Dó! Foi o Dó ontem; será o Dó amanhã, e será o Dó daqui a mim anos. O tenor do andar de cima canta abemolado. O piano do outro lado do saguão está desafinado, mas, meu amigo, esse é o Dó".

 

Você e eu precisamos de um Dó. Você já teve mudanças suficientes em sua vida? Relacionamentos mudam. A saúde muda. O tempo muda. Contudo, o SENHOR que governou a terra na noite passada é o mesmo SENHOR que a governa hoje. As mesmas convicções. O mesmo plano. O mesmo humor. O mesmo amor. Ele nunca muda. Você não pode alterar Deus mais do que um seixo pode alterar o ritmo do Pacífico. O SENHOR é o nosso Dó. Um ponto quieto num mudo em rotação. Não precisamos de um ponto quieto? Não necessitamos de um pastor imutável?

 

Você precisa de um SENHOR. E de acordo com Davi, você tem um. Ele é o seu pastor.

 

Do livro: Aliviando a Bagagem, de Max Lucado.

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
www.jograis.oi.com.br
www.vocalelshaday.xpg.com.br

05 janeiro 2008

Desafios Futuros

 

 

 

                  É evidente que o ano trará os mesmos e outros desafios. A existência humana é linear e cíclica. Seguimos na direção do futuro, porém somos alcançados por situações semelhantes àquelas ocorridas no passado e, desse modo, descobrimos que a vida se dinamiza em espiral. Por estas razões, teremos novidades nos próximos dias, mas também seremos confrontados com cenas comuns e extraordinárias, que noutros tempos solicitaram respostas e coragens de cada um de nós.
 
                 Se estas premissas correspondem à realidade, valerá a pena assumir alguns compromissos importantes:
 
1. Busque no Senhor tranqüilidade e discernimento para ultrapassar os obstáculos.
Lembre-se que nEle reside toda sabedoria e conhecimento e somente Ele é capaz de conhecer o nosso interior. Deste modo, podemos permanecer seguros. Precipitações, ansiedades e apavoramentos não levará você a obter respostas necessárias e duradouras.
 
2. Procure trazer à memória o que pode dar a você esperança ( Livro das Lamentações  3.21) .
É fundamental recordar o que Deus já fez e reconhecer o que Ele tem realizado entre nós. A fé se constrói na história daqueles que buscam ao Senhor. Através de dias, semanas, meses, anos e décadas, Deus revela ao seu povo o seu amor e a sua fidelidade eterna. Se o futuro pode despertar o medo, a história com o Senhor reaviva as certezas.
 
3. Busque outras pessoas que compartilham da fé no Altíssimo (Atos dos Apóstolos 4.32-37) Aproximar-se de homens e mulheres que buscam ao Senhor não é apenas uma estratégia de identidade comunitária. Antes, representa a oportunidade do encontro e da partilha de experiências, orações e leituras bíblicas. O isolamento enfraquece o coração e adoece a alma. A vida em comum concede vigor e alegria aos seus participantes.
 
         Que o Senhor dos tempos nos conceda paz interior para encararmos os desafios futuros.
 
 
         Deão Sérgio Andrade
         Catedral Anglicana da SS Trindade - Recife
   

                 

 
  

http://www.paoquentediario.com.br/

 
 cancelar o envIo de mensagens
                  clique aqui.                   
 
Designer- Eveline
Respeite os créditos autorais do texto 
e do designer(formatação) da mensagem 
 
 
 
 
 Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
www.jograis.oi.com.br
www.vocalelshaday.xpg.com.br