Loading...

30 julho 2008

A BUSCA HUMANA PELA SATISFAÇÃO (4)

O Prazer

 

Homens e mulheres cantaram para me divertir, e tive todas as mulheres que um homem pode desejar. Sim! Fui grande. Fui mais rico do que todos os que viveram em Jerusalém antes de mim, e nunca me faltou sabedoria. Consegui tudo o que desejei. Não neguei a mim mesmo nenhum tipo de prazer. Eu me sentia feliz com o meu trabalho, e essa era a minha recompensa. (Ec 2.8b-10).

 

Eis aí outra coisa com que Salomão decidiu preencher o vazio de sua alma: os prazeres. Sim, OS prazeres, bem no plural! Ele não se negou nenhum tipo de prazer. Se fosse nos dias atuais, Salomão seria um grande freqüentador, talvez o maior, de festas, bares, restaurantes, shoppings, parques de diversão, cinemas, boates, baladas, enfim, tudo que o povo gosta hoje em dia, tudo que se procura para se sentir alegre por alguns momentos. Mas... Isso trouxe satisfação a Salomão? Isso realmente satisfaz a você?

 

Num mundo que está cada vez mais egoísta, homens amantes de si mesmos, soberbos, irreconciliáveis, caluniadores, profanos, cruéis e mais alguma coisa (Leia 2 Tm 3.1-5), as pessoas procuram desesperadamente uma forma de terem um pouco de alegria, nem que seja por alguns minutos. A corrida pelo sucesso profissional, as longas jornadas de trabalho (em parte por pressão da classe dominante, em parte por necessidade, em parte por cobiça), a fadiga devido às muitas e novas doenças que surgem tem levado muita gente a se "esbaldar" no prazer no pouco tempo que lhe resta livre. A palavra de ordem é "Carpe Diem" (Aproveite o dia), ou, como nos dias de Israel (Is 22.13): Comamos e bebamos que amanhã morreremos. É impressionante o número de mensagens que se vê e ouve hoje em dia mandando as pessoas aproveitarem a vida, fazerem alguma coisa louca, não deixar pra amanhã o que pode fazer hoje, porque pode morrer de repente. Estamos numa sociedade hedonista, que quer o prazer sem limites e sem conseqüências.

 

Mas tudo tem conseqüências, é a lei da semeadura. O que o homem semear, isso também ceifará. Planta-se hoje o prazer e colhe-se uma vida seca, vazia de Deus e frustrada porque, por mais que se faça, nunca se satisfaz. Quando o prazer se vai, a companhia se vai, então se fica só com a consciência, com uma alma desesperada por chegar à presença de Deus e com um espírito ansioso por se encontrar com o seu Criador, mas sem ter como. Assim como Salomão, depois vai se descobrir que é como correr atrás do vento. Um dia o corpo deixará de sentir o prazer e aí? Não mais força nas pernas, não mais apetite, não mais beleza... (Ec 12.1-8).

 

Por isso Salomão nos adverte: Lembra-te do teu criador nos dias de tua mocidade, antes que cheguem os anos nos quais digas: não tenho neles prazer. É mau se divertir? Não, claro que não; ele mesmo nos diz: A melhor coisa que alguém pode fazer é comer e beber e se divertir com o dinheiro que ganhou. No entanto, compreendi que mesmo essas coisas vêm de Deus. Sem Deus, como teríamos o que comer ou com que nos divertir? (Ec 2.24,25) O nosso prazer está em viver a vida com Deus e em Deus. É Ele que nos dá todas as coisas. Podemos sorrir, brincar, festejar, mas não fazer disso a nossa vida, pois não é aqui o nosso descanso. E Jesus nos manda buscar primeiro o Reino de Deus e o Reino de Deus é gozo, paz e alegria no Espírito Santo. Em Jesus está a nossa alegria; o nosso prazer, em meditar na lei do Senhor. Assim poderemos aproveitar bem mais os momentos alegres que Ele mesmo nos concede, segundo a multidão das suas misericórdias.

 

Busque a Jesus. Vai ver que sua vida será muito, muito mais alegre, porque a alegria que Ele nos dá é como uma fonte dentro de nós jorrando para a vida eterna.

 

No amor dEle,

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
http://abibliaeeu.blogspot.com
www.jograis.oi.com.br

29 julho 2008

PARABÉNS PARA MIM!

Todos os dias a mesma coisa: Acordar no mesmo horário, ir ao mesmo trabalho, normalmente pela mesma via, encontrar os mesmos companheiros, fazer o mesmo trabalho, ir à mesma faculdade, voltar à mesma casa e dormir na mesma cama. Mas devo aprender a não considerar estes milagres de todos os dias como se fossem coisas comuns...
 
Também devo aprender muitas outras coisas: os congestionamentos sempre melhoram, o pôr-do-sol é de graça, a Liga Infantil é uma obra de arte e a maioria dos aviões parte e chega no horário.
 
Aprender que muitas pessoas são tão boas e tão tímidas quanto eu para começar uma conversa...
 
Aprender que se eu olhar... se abrir os meus olhos e observar... há muitos motivos para que eu tire o chapéu, olhe para a fonte de tudo, e simplesmente diga... Obrigado. (Max Lucado)
 
 
E hoje eu agradeço a Deus por mais um ano de vida e paz na sua presença! Ele tem sido muito bom para mim!
 
OBRIGADO, SENHOR! TE AMO!

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
http://abibliaeeu.blogspot.com
www.jograis.oi.com.br

27 julho 2008

A BUSCA HUMANA PELA SATISFAÇÃO (3)

O Dinheiro

 

Comprei muitos escravos e além desses tive outros, nascidos na minha casa. Tive mais gado e mais ovelhas do que todas as pessoas que moraram em Jerusalém antes de mim. Também ajuntei para mim prata e ouro dos tesouros dos reis e das terras que governei. (Ec 2.7-8a).

 

Continuando a nossa série, vemos que Salomão buscou algo que quase todo mundo busca hoje em dia: O dinheiro! Ah, quantos venderiam (e vendem) suas próprias almas pelo dinheiro. Mas parece que Salomão também não conseguiu se satisfazer com ele. Ele foi um dos homens mais ricos da face da terra. Teve muitos escravos e muito, muito ouro. Mas, mesmo assim, não conseguiu satisfazer os anseios da sua alma. Você pode até pensar: "que camarada mais insatisfeito!", mas eu já lhe falei anteriormente que somente em Deus é que o homem pode encontrar a verdadeira satisfação.

 

A Bíblia nos diz que o amor ao dinheiro é a raiz de toda espécie de males. Veja que coisa terrível: o princípio de TODA a espécie de males. É algo que você gostaria de carregar com você pelo resto da vida? Eu creio que não. E você pode até dizer que precisa de dinheiro. É óbvio. O próprio Salomão diz que o dinheiro por tudo responde. Todos nós precisamos dele. Mas não devemos amá-lo! Devemos fazer do dinheiro um meio e não um fim em si. Um meio de viver, um meio de ajudar, um meio de glorificar a Deus, mas não o grande objetivo de nossa vida.

 

Algumas pessoas sentem-se infelizes por serem pobres e acham que quando tiverem muito dinheiro serão felizes. Que engano! O homem mais rico de sua época diz: "Quem ama o dinheiro jamais dele se farta" (Ec 7.10) e ainda acrescenta: "Doce é o sono do trabalhador, quer coma pouco, quer muito; mas a fartura do rico não o deixa dormir." (Ec 7.12). Quando se ama o dinheiro, vai se correr e correr atrás dele, mesmo que já tenha muito e nunca será o bastante. Será que isso é felicidade? Será que isso é liberdade? É isso que você quer pra sua vida? Pense bem...

 

Jesus nos adverte dizendo: "Não ajuntem riquezas aqui na terra, onde as traças e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e roubam. Pelo contrário, ajuntem riquezas no céu, onde as traças e a ferrugem não podem destruí-las, e os ladrões não podem arrombar e roubá-las. Pois onde estiverem as suas riquezas, aí estará o coração de vocês". (Mt 6.19-21). E sabe qual a maior riqueza que você pode ter no céu? O próprio Jesus. O salmista nos diz: "A minha alma disse ao Senhor: Tu és o meu Senhor; não tenho outro bem além de ti". (Sl 16.2); e ainda: "A quem tenho eu no céu senão a ti? E na terra não há quem eu deseje além de ti". (Sl 73.25).

 

Agarre esse tesouro hoje, agora, enquanto há tempo! Um dia a porta da graça se fechará e como você estará? E se partir dessa vida hoje, como será? Que te adiantará ganhar o mundo todo e perder a tua alma?

 

O tempo de decidir é agora, ok? Pense nisso!

 

Em Cristo,

 

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
http://abibliaeeu.blogspot.com
www.jograis.oi.com.br

23 julho 2008

A BUSCA HUMANA PELA SATISFAÇÃO (2)

O Trabalho

 

Fiz para mim obras magníficas; edifiquei para mim casas; plantei para mim vinhas. Fiz para mim hortas e jardins e plantei neles árvores de toda espécie de fruto.  Fiz para mim tanques de águas, para regar com eles o bosque em que reverdeciam as árvores. (Ec 3.4-6).

 

Eis aí outra coisa na qual Salomão procurou encontrar um sentido para a vida: O Trabalho! Ele quis manter-se ocupado pra preencher o vazio dentro de si.

 

Num mundo como o de hoje, isso está cada vez mais comum. Os homens não quererem parar para pensar na eternidade, querem que esse assunto seja sempre protelado, como se fosse o amanhã (está sempre vindo, mas nunca chega, porque o outro dia já é hoje). As pessoas trabalham horas e mais horas. Nem com a saúde eles querem se preocupar mais. Não é apenas a busca pelo dinheiro, não é apenas a necessidade material, é o desespero por construir algo na vida, por ser reconhecido por seu trabalho, para provar que sua existência tem um sentido, um significado.

 

Apesar disso, tudo é vazio, pois todo desgaste não leva à satisfação. É preciso sempre buscar mais, sempre superar mais, sempre estar "em alta". E depois, o que acontece? Você fica velho, não tem mais a mesma garra e nem consegue o mesmo respeito. Morre e, com o passar do tempo, cai no esquecimento. E todo fruto do seu trabalho pra quem vai? Salomão mesmo responde: "A gente trabalha com toda a sabedoria, conhecimento e inteligência para conseguir alguma coisa e depois tem de deixar tudo para alguém que não fez nada para merecer aquilo. Isso também é ilusão e não está certo! Nós trabalhamos e nos preocupamos a vida toda e o que é que ganhamos com isso? Tudo o que fazemos na vida não nos traz nada, a não ser preocupações e desgostos. Não podemos descansar, nem de noite. É tudo ilusão". (Ec 2.21-23).

 

Então, como se pode ver, o trabalho também não nos trará a satisfação. Correr contra o tempo, querendo fazer mais, produzir mais, aparecer mais, também não nos trará satisfação. Todo nosso trabalho aqui não nos garante que um dia seremos reconhecidos por aquele que nos criou. Mesmo que nossa última grande obra seja um grande e suntuoso túmulo, poderemos levá-lo para a eternidade? Não. Ele ficará aqui, bem aqui, até que um dia nossos ossos sejam desenterrados e o túmulo derribado. Mas a nossa alma... Essa já terá trilhado o caminho da eternidade...

 

Por que não trabalhar pela sua alma hoje? Por mais que você queira ignorar ela está aí, bem aí dentro. Dando sinais de que precisa de alimento, de cuidados e todo seu trabalho está apenas tornando-a vazia e tumultuada. Aí as pessoas não entendem porque estão tão estressadas, ansiosas e agitadas. Porque correm muito, correm muito para fora, mas não olham para dentro de si, para a chama imortal que Deus colocou dentro de cada um de nós e clama urgentemente por se encontrar com o seu Criador. Sua alma precisa de Deus! Ela anseia por sua palavra, ela clama pela sua presença inundando sua vida.

 

Busque a Deus hoje. Sua alma agradece!

 

No amor de Cristo,
Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
www.jograis.oi.com.br

21 julho 2008

A BUSCA HUMANA DE SATISFAÇÃO

A BUSCA HUMANA DE SATISFAÇÃO

 

O Vinho

 

Disse comigo: vamos! Eu te provarei com a alegria; goza, pois, a felicidade; mas também isso era vaidade. Do riso disse: é loucura; e da alegria: de que serve? Resolvi no meu coração dar-me ao vinho, regendo-me, contudo, pela sabedoria, e entregar-me à loucura, até ver o que melhor seria que fizessem os filhos dos homens debaixo do céu, durante os poucos dias da sua vida. (Ec 2.1-3).

 

No meu penúltimo post (ETERNIDADE), falei que o homem busca de todo jeito satisfazer o vazio que tem dentro de si, ou, em outros casos, buscar respostas para suas grandes interrogações. Vou procurar exemplificar isso sob o ponto de vista de um grande homem de Deus: Salomão. Como se sabe, Salomão teve um período em sua vida que ficou distanciado de Deus, quando foi chegou até a oferecer sacrifícios a outros deuses. No entanto, aquele espaço antes preenchido por Deus ficou vazio e ele saiu em busca de alguma coisa que preenchesse aquele vazio.

 

A primeira coisa que Salomão buscou foi a saída de muitas pessoas hoje: a bebida! Veja que ele até diz um paradoxo: resolvi dar-me ao vinho, regendo-me pela sabedoria e entregar-me à loucura. Como se pode ser regido pela sabedoria entregue à loucura? Complicado. Mas era o seu desespero que o impelia a isso. Não podemos negar que ele foi sábio, pois conseguiu o que muitos não conseguem: parar no tempo certo. Salomão viu que aquilo não estava preenchendo sua vida. Os risos e a alegria proveniente disso eram, como ainda são, fugazes e passageiros. Ficam pra sempre? Não!

 

E hoje, qual o resultado das pessoas que resolvem se "entregar ao vinho"? Inúmeros acidentes de trânsito, brigas, discussões, adultérios, pecado e morte. É isso que você busca pra sua vida? Quantas pessoas até de certa importância passam situações vexatórias quando estão bêbadas? Porque ficam escravizadas a esse vicio.

 

Mas talvez você não seja um alcoólatra ainda, seja do tipo que bebe "socialmente". Só que tudo tem seu começo, meio e fim, melhor você buscar outro caminho enquanto ainda está no começo.

 

Busque a Deus, pois longe dele ninguém pode comer, ou beber ou alegrar-se. Salomão entendeu isso e está te dando um conselho de experiência própria. Melhor aprender com os erros dele do que sofrer as conseqüências dos teus, não acha?

 

Paz pra você nesta semana!

 

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
www.jograis.oi.com.br

19 julho 2008

ESPERANÇA NELE (Jó 35.9-14)

ESPERANÇA NELE (Jó 35.9-14)
Josué Rodrigues

Por causa das muitas opressões
Os homens clamam, chamam
Clamam por socorro contra o braço dos poderosos.
Mas ninguém diz:
Onde está Deus, que me fez,
Que inspira canções de louvor
Durante a noite,
Que nos ensina mais do que
Aos animais da terra,
E nos faz mais sábios do que as aves dos céus?
Clamam, porém ele não responde,
Por causa da arrogância dos maus.
Só gritos vazios Deus não ouvirá,
Nem atentará para eles o Todo-poderoso.
Ainda que dizes que não os vês,
A tua causa está diante dele;
Por isso, espera nele.
Por isso, espera em Deus.

Resvolvi postar a letra dessa música, pois ela parece bem atual. Na realidade, é um trecho bíblico cantado. Uma coisa escrita já cerca de 3000 anos atrás e mostra o nosso quadro hoje: o pobre é oprimido pelo grande, clama por socorrro, mas ele não clama a Deus. Busca-se solução em todos os lugares, tenta-se fazer justiça com as próprias mãos, mas àquele que pode fazer todas as coisas, mudar os tempos e as horas, esteabelecer e remeve reis, a esse os homens não procuram. Até quando será assim?

17 julho 2008

ETERNIDADE

... Também pôs a eternidade no coração do homem... (Ec 3.11)

 

É interessante esse versículo. Eu o li há algum tempo atrás e ele não me saiu da cabeça. Deus pôs a eternidade no coração do homem...

 

É interessante notar que o fenômeno religioso é algo presente em todas as civilizações antigas e modernas, e as pessoas não entendem o porquê. Temos noticias de civilizações que não tiveram muita coisa: alfabeto, moeda etc., mas todas elas tiveram seus templos e seus deuses. Por quê?

 

Por que a eternidade está no coração do homem! Essa busca pelo infinito, pelo transcendente, pelo espiritual, pelo que não se pode explicar. O homem anseia por Deus, ele busca isso, só que, nem sempre, consegue entender isso, por isso saiu à procura de deuses de acordo com suas próprias perspectivas: formas de animais, formas de homem, estátuas etc. Tudo isso é o resultado da busca incessante do homem pelo seu Criador, aquele que soprou em suas narinas o fôlego de vida e pôs a eternidade no seu coração.

 

O homem pode buscar em tudo a sua satisfação, mas o vazio que está dentro dele só mesmo Deus poderá preencher. Esse anseio por Deus não se manifesta apenas na busca da religião, mas na busca do autoconhecimento, do querer saber de onde veio e para onde vai, na busca em se auto-satisfazer, mas sem entender ou saber como.

 

Sua alma clama por Deus! É a única coisa que pode satisfazê-la. Você pode correr, tentar fugir, chorar, mas não adianta,só Deus é que vai saciar a sua sede só Ele e nada além dEle. Pense nisso!

 

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
www.jograis.oi.com.br

16 julho 2008

13 julho 2008

[DEUS Conosco] Para os puros (Tt 1.15)

PARA OS PUROS

   Para os puros, todas as coisas são puras;
   mas para os impuros e descrentes, nada é
   puro. De fato, tanto a mente como a
   consciência deles estão corrompidas.
                                   Tito 1.15

Com base na primeira frase, tem gente que já justificou
todo tipo de pecado. Tanto a sua impureza, que crêem
que tudo seja puro, quando, na verdade, nada têm além
de corrupção.

Aqui Paulo se refere aos que criam mandamentos para
restringir a liberdade cristã e que rejeitam a verdade
(verso 14). Tais acham que há tanta impureza e maldade
que tudo tem que ser regulamentado.

Por isso há leis humanas sobre televisão, vestimenta,
alimentação, finanças e ofertas, para começar.

Quem faz tais leis onde o Senhor não legislou mostra
sua impureza e mente corrupta.

Os puros dependem da purificação de Cristo e vivem
pelos mandamentos de Deus.

                    --Randal Matheny, copyright © 2008

O QUE ACHOU?
Diga! Este é seu espaço para comentários:
http://deusconosco.com/2008/07/11/para-os-puros/

Citações bíblicas da Nova Versão Internacional
(IBS, 2000) quando não especificada a versão.

Para assinar DEUS Conosco, envie mensagem para:
deusconosco-subscribe@welovegod.org
Para cancelar a assinatura, envie mensagem para:
deusconosco-unsubscribe@welovegod.org
Para comandos adicionais, envie mensagem para:
deusconosco-help@welovegod.org
Um serviço do Projeto Alcance - http://alcanceweb.com

12 julho 2008

Blog da Assembléia de Deus - PE: BLOGOSFERA EVANGÉLICA




Você sabia que no Brasil, existem blogs que recebem 5 mil, 10 mil, 50 mil, e até mais de 100 mil visitantes por "dia"? Pois é, acontece que em sua esmagadora maioria são blogs voltados para a política, economia, esportes, etc. Existe inclusive, blogs que zombam da palavra de Deus, como é o caso do "Jesus, me chicoteia", que desponta entre os mais visitados. Boa parte destes blogs estão vinculados as grande empresas do mundo midiático, enquanto outros, são independentes.

Há uma estimativa de que mais de 70 mil blogs são criados por dia em todo o mundo (você pode criar o seu agora! É só clicar aqui https://www.blogger.com/start), e que "um em cada quatro internautas brasileiros leiam blogs todos os dias, buscando informação ou entretenimento" (Fonte: Blog entenda a revolução, Hugh Hewitt).
O propósito deste post é, tentar promover o início de uma grande revolução na blogosfera evangélica, tornando-a mais conhecida e visitada. Existem milhões de evangélicos no Brasil com acesso a internet, que não sabem ainda o que são blogs http:/wikipedia.org/wiki/Weblog (eu por exemplo, só tive conhecimento sobre blogs a menos de dois meses), ou que não se interessam pelos mesmos.
Se os blogs criados por cristãos sérios, de alguma forma tem lhe abençoado, que tal tornar-se um grande divulgador e incentivador da leitura de blogs para o máximo possível de internautas, inclusive para amigos não evangélicos!
Segue abaixo algumas dicas de que como você pode contribuir com isso:
1. Envie e-mails para os seus amigos divulgando os blogs
2. Utilize o seu orkut e as comunidades que você faz parte para o mesmo fim
3. Inclua links em seu site ou blog, que direcione para alguns blogs da "blogosfera evangélica"
4. Informe a existência e importância dos blogs nos periódicos e informativos de sua igreja
5. Divulgue os blogs boca-a-boca na escola dominical, na reunião da mocidade, e nas demais reuniões da igreja. Faça o memos nas "lan-houses", na escola, no trabalho, em todos os lugares
6. Os "blogueiros" que desejarem, fiquem a vontade para colocarem este post em seus blogs
Lembre-se, quanto mais blogs evangélicos de qualidade são acessados, mais informação, conhecimento e edificação haverá para os leitores na blogosfera.
Vamos colocar nossos blogs entre os mais acessados no Brasil e no mundo, para a glória de Deus!
Postado por Blog da AD-PE às 09:37

10 julho 2008

Com Deus, relacionamento permanente (Dt 31.6)

COM DEUS, RELACIONAMENTO PERMANENTE

   Sejam fortes e corajosos. Não tenham medo
   nem fiquem apavorados por causa delas, pois
   o Senhor, o seu Deus, vai com vocês; nunca
   os deixará, nunca os abandonará.
                             Deuteronômio 31.6

Há alguns anos atrás, senti profundamente a perda de
uma amizade. Nem consegui explicar os eventos que
levaram ao afastamento do amigo. Mas sabia que nunca
mais teria o prazer daquela pessoa perto de mim.

Perdemos muitos relacionamentos. Sejam amigos ou
parentes, mesmo filhos, pais ou cônjuges.

Moisés, nas palavras acima, estava passando o bastão
para Josué. Nunca mais teria o povo de Israel a
presença e a liderança desse grande homem de Deus.

Por isso, Moisés aponta a presença constante do Senhor
na vida deles, como também faz para o próprio Josué no
verso 8.

Há um relacionamento do qual nunca temos que abrir mão.

Em toda a tristeza e luto dos relacionamento humanos,
podemos saber que Deus nunca nos deixará. A fragilidade
dos laços humanos ressalta a permanência da presença de
Deus, mesmo na eternidade.

Por isso, estou decidido a nunca abandonar meu Senhor.

--Randal Matheny, copyright © 2008

Citações bíblicas da Nova Versão Internacional
(IBS, 2000) quando não especificada a versão.

Citações bíblicas da Nova Versão Internacional
(IBS, 2000) quando não especificada a versão.

Para assinar DEUS Conosco, envie mensagem para:
deusconosco-subscribe@welovegod.org
Para cancelar a assinatura, envie mensagem para:
deusconosco-unsubscribe@welovegod.org
Para comandos adicionais, envie mensagem para:
deusconosco-help@welovegod.org
Um serviço do Projeto Alcance - http://alcanceweb.com

09 julho 2008

Os ouvidos moucos

De: Marco Aurelio Brasil Lima

Existem alguns trechos dos Evangelhos que sempre que eu lia tinha vontade de rir. Olha só Marcos 9:31 em diante: "[Jesus] ensinava a seus discípulos, e dizia: O Filho do homem será entregue nas mãos dos homens, que o matarão; e morto ele, depois de três dias ressurgirá. Mas eles não entendiam essa palavra... Chegaram a Cafarnaum. E, estando ele em casa, perguntou-lhes: Que estáveis discutindo pelo caminho? Mas eles se calaram, porque pelo caminho haviam discutido entre si qual deles era o maior". Ou então Lucas 18:31-34: "Tomando Jesus consigo os doze, disse-lhes: Eis que subimos a Jerusalém e se cumprirá no Filho do homem tudo o que pelos profetas foi escrito, pois será entregue aos gentios, e escarnecido, injuriado e cuspido; e depois de o açoitarem, o matarão; e ao terceiro dia ressurgirá. Mas eles não entenderam nada disso; essas palavras lhes eram obscuras, e não percebiam o que se lhes dizia".

Não é engraçado? Jesus chega para eles e, em muito bom aramaico, afirma que "o Filho do Homem"- e todo mundo ali sabia que Ele estava falando dEle mesmo - ia ser morto de forma sofrida e depois ressuscitaria. O que você faz quando ouve seu mestre dizer coisas assim? Bem, só que eu imagino os discípulos ouvindo sorridentes, meneando a cabeça como quem concorda, fazendo sinal de "ok" e, na seqüência, deixando Jesus andar mais à frente para discutir quem vai ser o ministro do que no reino de Jesus. Num outro relato, em Mateus, o evangelho posiciona o pedido da mãe de Tiago e João para serem eles os bambambans do reino imediatamente após Jesus noticiar que seria morto. Parece que se Jesus houvesse dito alguma coisa completamente sem sentido eles teriam recebido da mesma forma, como se Ele estivesse falando em parábolas, daquelas bem difíceis de entender.

Eu dava muitas risadas desses discípulos incapazes de entender uma linguagem direta e sem qualquer simbolismo oculto; gente que só ouvia o que queria ouvir (antes da mama de Tiago e João chegar com aquele pedido, Jesus havia dito que Ele se assentaria à destra de Deus e haveria doze tronos ali para que eles reinassem com Ele), mas minha hilaridade terminou quando percebi que eu também só captava dos ensinos radicais de Jesus o que eu queria captar, o que me era conveniente. Aquela história de bem aventurados os perdedores, de é melhor dar que receber e de oferecer a outra face, ou então aquele ensino sobre negar-se a si mesmo, tomar a cruz e segui-lo. São pequenos exemplos de coisas que eu leio como se tivessem uma tonelada de palavras para "explicar o que Jesus realmente quis dizer". Invariavelmente, essa tonelada de palavras me justificativa a continuar achando que minha vida não precisava de reforma alguma, que eu podia tocar a vida centrada em mim mesmo e na visão de que logo logo estarei assentado num trono ao lado dEle.

Chega de ouvir apenas o que eu quero ouvir.

Feliz sábado, @migos!

Marco Aurélio Brasil - 20/06/08

08 julho 2008

Vida em Cristo : Eu Fariseu

------------------------------------------------------------------
  V I D A   E M   C R I S T O
     - http://www.iluminalma.com -
------------------------------------------------------------------



                                      Segunda-feira, 30 de Junho, 2008



EU FARISEU
  de Dorian Anderson Soutto


Fico pensando se eu não sou um fariseu dos tempos modernos. Minha
maneira de pensar muitas vezes não é diferente do que era um fariseu
na época de Jesus. Conheço a Deus, estudo Deus, mas às vezes me
coloco em um pedestal como se fosse melhor que outras pessoas. Fico a
coar um mosquito e não vejo um camelo. Outras vezes no intuito de
agradar a Deus, acabo esquecendo-me do próprio Deus, e não o
reconheceria se Ele estivesse pessoalmente a um palmo de meu nariz.

Há alguns anos atrás tive uma experiência que fui entender somente
através do tempo, e cada vez que lembro o ocorrido parece que aprendo
algo mais. Uma delas é que eu posso pensar e agir como um fariseu.

Vamos ao fato...

Lá estava eu no asilo municipal em um domingo de sol fazendo uma
visita juntamente com um amigo. Ele tem um ministério com os idosos e
faça chuva, faça sol, este meu amigo sempre está lá. E através dos
anos foi confirmada sua fidelidade em levar a palavra para aquelas
pessoas que um dia foram como nós - tiveram uma família como nós.

As vezes este meu amigo vai sozinho, outras vezes algumas pessoas o
acompanham, e neste dia eu era uma delas. Assistia aquele jovem levar
a mensagem a uma dezena de senhoras e senhores com os olhos fitos nas
cartolinas com desenhos bíblicos. Tudo isto ocorre no pátio e logo
após nos direcionamos aos quartos para visitar aqueles que estão
impossibilitados de sair.

Em um dos quartos havia alguém que já chamávamos de irmão devido a
sua decisão de entregar a vida a Cristo. Mas também tinha um senhor
que eu não conhecia, que estava ali estático, totalmente imóvel com
boca e olhos abertos olhando para o teto. Como eu ainda estava no
corredor olhando para dentro do quarto, puxei uma pessoa que é mais
antiga na cidade e perguntei quem era. Ela me falou o nome e
sussurrou que aquele tinha sido um homem terrível, uma das pessoas
mais ruins que havia conhecido.

Já dentro do quarto notei fralda e escaras. Significava que aquele
corpo magro já estava naquela posição há muito tempo. Ao lado direito
do quarto um senhor falava alto e sorria e no lado esquerdo apenas um
corpo sobre a cama. Minha mente já tinha formado um conceito ruim
sobre o homem estirado na cama. Inconscientemente eu estava dizendo
"está pagando pelo que fez"..

Chegou a hora de ir embora e antes de sairmos o velhinho sorridente
que chamávamos de irmão pediu para que cantássemos um cântico que ele
tinha ouvido nós cantarmos lá fora no pátio. "O grande amor do
Senhor" dizia ele. Sem problemas! Trouxeram o violão e começamos a
louvar a Deus: "O grande amor do Senhor nunca cessa..."

Quando estávamos quase no final do cântico eu observei algo no rosto
daquele moribundo totalmente imóvel. Uma copiosa lágrima saiu de seus
olhos, sua feição não mudou, mas lagrimas começaram a rolar por sua
face. Aquilo me comoveu, pensei comigo que o cântico o teria feito,
mas através dos anos Deus foi colocando em meu coração que naquele
quarto havia duas pessoas que tinham se reconciliado com o Pai. O
poder da palavra de Deus...

Aquele homem parecia não ter qualquer contato com o mundo exterior,
quem olhava para ele diria que apenas estava aguardando a morte,
estava ali sem poder falar, condicionado a apenas olhar o teto. Onde
estavam seus familiares? Seus amigos? Com certeza pela sua ruindade
tinha sido deixado por todos. Apenas uma enfermeira o visitava vez ou
outra para limpá-lo e alimentá-lo.

Mas louvado seja Deus que não esquece de nós, o grande amor do Senhor
nunca cessa, ele move os céus e a terra para salvar um dos seus
pequeninos, cria situações para que a palavra chegue aos ouvidos de
suas ovelhas. Aquele homem ouvia a palavra todas as vezes que era
pregado ao seu parceiro de quarto, e quem sabe não entregou sua vida
a Cristo no mesmo dia de seu parceiro? Quem sabe as lágrimas não foi
um meio de comunicar com o mundo externo que o grande amor do Senhor
chegou até ele. Nós não sabemos a batalha que aquele homem travava em
sua mente, mas a voz do Senhor trovejou, ela é poderosa, quebra o
cedro do Líbano e esmiúça a rocha.

Algum tempo depois fiquei sabendo que ele morreu... Se dependesse de
mim, eu fariseu, aquele homem não teria sido salvo. Não movi uma
palha para a mensagem chegar até aquela alma.

Mas Deus sim! Embora somos infiéis, Ele permanece fiel.

Fiquei entristecido e até mesmo envergonhado por não ter atentado
para aquele momento de outra forma, mas Deus me colocou como
espectador naquela hora para ensinar-me preciosas lições.

Mudamos muito rápido nosso conceito de valores, nos preocupamos com a
liturgia do culto, com a corda do violão, com o relógio, com a visita
no asilo, mas Deus vem e me ensina que uma vida vale mais que o
tesouro do mundo todo. O nosso mestre não tinha um microfone, não
tinha uma igreja suntuosa, folhetos e outros apetrechos. Mas tinha a
água da vida que por onde passava dava de beber aos seus pequeninos.
Nunca o vimos curar por atacado, ele ia individualmente, olhava nos
olhos e sabia o valor de cada alma. Assim é o nosso Pai, ele nos
chama pelo nome e nós reconhecemos a sua voz.

 Levemos o doce evangelho a toda criatura, porque a ardente
expectativa da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus...
Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da
servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.
(Rom 8:19-21).

Bendita seja a hora em que pecador e redentor se encontram, momento
em que os céus festejam e a gloria de Deus é manifestada.

Copyright © . Todos os direitos reservados.

--------------------------------------------------------------------


 ---
  http://www.iluminalma.com.br/vec/0806/30-fariseu.html
  Copyright © Dorian Anderson Soutto . Todos os direitos
  reservados.



 VIDA EM CRISTO de iluminalma
===============================================================
 http://www.iluminalma.com/vec

Vida em Cristo é um devocional semanal para guiar os nossos
pensamentos e vidas mais próximas a Jesus Cristo. Os
devocionais vêm do site da internet www.iluminalma.com.
Visite http://www.iluminalma.com para descobrir ainda mais
bênçãos para a sua vida. Todos os direitos reservados,
© 2003 iluminalma.com

COMO É QUE EU ASSINO?
É GRATIS! Para assinar, envie um correio eletrônico para:
sub-iluminalma-vec@maillists.heartlight.org

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
www.jograis.oi.com.br

07 julho 2008

Corramos Com Perseverança

Corramos Com Perseverança

"Portanto, nós também, pois estamos rodeados de tão grande
nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço, e o pecado que
tão de perto nos rodeia, e corramos com perseverança a
carreira que nos está proposta" (Hebreus 12:1).

O colunista Herb Caen escreveu no São Francisco Crônicas:
"Toda manhã, na África, uma gazela acorda. Sabe que deve
correr mais rápido que o mais rápido leão ou será morta.
Toda manhã um leão acorda. Sabe que deve correr mais que a
gazela mais lenta ou morrerá de fome. Não importa se você é
um leão ou uma gazela; quando o sol surgir, será melhor você
estar correndo". Spurgeon, semelhantemente, escreveu: "Se
você não estiver buscando o Senhor, o Diabo estará buscando
você. Se você não estiver buscando o Senhor, o juízo seguirá
seus passos". Na vida Cristã, acordar não é o suficiente.
Nós somos chamados a correr, ser mais parecidos com Cristo,
proclamar a Sua Palavra.

As grandes conquistas não acompanham os acomodados e nem os
que nada fazem para alcançá-las. Elas são parte da vida dos
que se esforçam, dos que se empenham, dos que não cessam de
lutar pelos seus sonhos.

A vida é uma maratona. Precisamos participar com afinco
desta prova. Alguns correm mais rápido e chegam em primeiro,
outros não são tão velozes, mas não desanimam -- perseveram
na corrida até ultrapassar a linha de chegada. O mais
importante não é chegar em primeiro, mas chegar. Todos os
que atravessam a linha são vencedores, realizadores de seus
sonhos.

Como filhos de Deus precisamos tomar parte desta maratona
com toda dedicação. O Senhor espera que estejamos
participando com toda determinação e fidelidade. A glória do
Senhor é a nossa meta. Servi-Lo a nossa motivação. Fazer com
que outros corram ao nosso lado a tarefa que traz regozijo
ao coração. Deixar o diabo para trás o nosso maior prêmio.

Se você ainda não se deu conta de que precisa correr, acorde
e comece imediatamente.

Paulo Roberto Barbosa.
Um cego na Internet!

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
www.jograis.oi.com.br

06 julho 2008

O que seria conhecer o Senhor?

O que seria conhecer o Senhor?
( Salmo 103 )
 
Diz a Palavra do nosso Deus que o homem não deve gloriar-se na sua inteligência, nem na sua força e nem na sua riqueza, mas que ele pode gloriar-se de conhecer o Senhor.

O que seria conhecer o Senhor? Com certeza, é saber como Ele pensa, como sente e como age, e isto está bem claro na Sua Palavra, pois ela é um detalhado retrato do Seu coração. Conhecer Sua Palavra é  conhecê-lo. Conhecemos verdadeiramente uma pessoa quando ela se exterioriza em palavras e em atitudes, e assim é também em relação ao Senhor. Ele se revelou e se deu a conhecer através da Sua Palavra. Através dela nós podemos facilmente saber como ele realmente é.

O Salmo 103 é extremamente revelador. Mostra-nos um Deus que é todo sentimento. Diz o verso oito, que Ele é misericordioso, compassivo, longânimo e assaz benigno, e também que, ao agir segundo essa sua maneira de ser, não repreende perpetuamente e nem conserva para sempre a sua ira, não nos tratando segundo os nossos pecados e nem nos retribuindo segundo as nossas iniqüidades. Diz que a distancia entre o céu e a terra é um parâmetro do tamanho da sua misericórdia para com todos aqueles que o respeitam. Diz que Ele afasta de nós as nossas transgressões, na mesma proporção de distância entre oriente e o ocidente. Ligando com outros textos da Sua palavra, diz que ao reconhecermos, Ele perdoará todas as nossas iniqüidades.

Assim é o Senhor segundo esse maravilhoso e confortador Salmo: Um Pai que se compadece dos seus filhos, pois Ele sabe exatamente como eles são, ou seja, cada um montinho de pó. 

Por isso, é bom seguir o conselho dado no verso do referido Salmo, a saber, que não devemos esquecer de nenhum dos Seus benefícios, e permitir que a nossa alma o bendiga continuamente.
 
Por Pr. Sinval -
prsinval@terra.com.br
 
Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
www.jograis.oi.com.br

05 julho 2008

QUERER VER A JESUS

"Entrando em Jericó, atravessava Jesus a cidade. Eis que um homem, chamado Zaqueu, maioral dos publicanos, e rico, procurava ver quem era Jesus, mas não podia, por causa da multidão, por ser ele de pequena estatura. Então correndo adiante, subiu a um sicômoro, a fim de vê-lo, porque por ali havia de passar. Quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, pois me convém ficar hoje em tua casa. Ele desceu a toda a pressa e o recebeu com alegria. Todos os que viram isto murmuravam, dizendo que ele se hospedara com homem pecador. Entrementes, Zaqueu se levantou e disse ao Senhor: Senhor, resolvo dar aos pobres a metade dos meus bens; e, se nalguma cousa tenho defraudado alguém, restituo quatro vezes mais. Então Jesus lhe disse: Hoje houve salvação nesta casa, pois que também este é filho de Abraão. Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o perdido" (Lc 19.1-10).

Zaqueu se empenhou pessoalmente e deu passos bem concretos para ver a Jesus. Ter contato com Jesus, estar com Ele cada dia é algo imprescindível, é uma questão vital para um filho de Deus, pois sem Ele nada podemos fazer, nada que tenha valor eterno.

Depois que muitos na Galiléia haviam se afastado de Jesus, o Senhor perguntou aos discípulos que restavam: "Porventura quereis também vós outros retirar-vos?" (Jo 6.67). Foi Pedro quem respondeu em nome de todos: "...para quem iremos? tu tens as palavras da vida eterna" (v. 68b). Será essa a nossa atitude também? Podemos dizer de todo o coração: Senhor, aqui não temos outro lugar de descanso a não ser junto de Ti? Se pudermos responder afirmativamente, será que é também nosso ardente e sincero desejo ter sempre um novo encontro com Ele? E será que estamos preparados e dispostos a um encontro assim, que exige todo o nosso empenho, como Zaqueu o fez?

Um novo encontro com Jesus Cristo deveria ser muito precioso para nós; temos de pagar o preço por isso. Hoje essa não é a disposição de muitos crentes, pois já tropeçam e falham nas coisas mais naturais da vida cristã. O que eu quero dizer com isso? Bem simplesmente:

Por que é que exatamente nessa atividade nós, cristãos, devemos mostrar empenho total? Porque em uma reunião de filhos de Deus sempre se pode esperar por um novo encontro com o ressurreto Senhor Jesus Cristo. Ele próprio prometeu: "Porque onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles" (Mt 18.20). Formulando de outra forma: onde existe uma reunião de crentes, "ali estou no meio deles". É por isso que somos exortados tão fortemente em Hebreus 10.25: "Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações, e tanto mais quanto vedes que o dia se aproxima" (Hb 10.25). Como é importante não abandonarmos nossas reuniões, porque é lá que podemos sempre ter um encontro com Jesus. Devo ressaltar que a Palavra de Deus deve estar em primeiro lugar em uma igreja local, senão nem se pode falar de um encontro com Jesus. Mas onde isso acontece, sempre se pode encontrar com Jesus.

Realmente não é um assunto sem importância a freqüência às reuniões, uma vez que para o próprio Senhor isso era importante, pois lemos em Lucas 4.16: "Indo para Nazaré, onde fora criado, entrou, num sábado, na sinagoga, segundo o seu costume, e levantou-se para ler". Portanto, Jesus também não temia o esforço de ir regularmente à sinagoga.

Falando de esforço: temos um exemplo muito marcante na Bíblia do que estamos tratando, o relato sobre os magos do Oriente. Eles queriam muito ver a Jesus, o recém-nascido Rei dos judeus, e, para tanto, viajaram centenas de quilômetros.

Vamos nós também mostrar um pouco mais de empenho quando se trata de ver a Jesus? Eu não quero dizer apenas que não deveríamos abandonar nossos cultos e reuniões de oração, mas que deveríamos usar e explorar todos os nossos meios pessoais e nossas possibilidades para encontrarmos a Jesus, ou seja: através da leitura bíblica (Deus fala conosco) e da oração (nós falamos com Deus). Através desses dois presentes celestiais podemos ter sempre novos encontros com Jesus e podemos estar com Ele. Vamos usá-los mais intensivamente?

Zaqueu estava a serviço dos romanos. Ele era chefe de alfândega e era abastado: "Eis que um homem, chamado Zaqueu, maioral dos publicanos, e rico..." (Lc 19.2). Estas duas características – maioral dos publicanos e riqueza – faziam com que ele fosse desprezado e odiado pela população. E realmente é verdade: os publicanos, os cobradores de impostos faziam parte da escória do povo naquela época. Isso fica provado, dentre outras evidências, pelo fato de Jesus ter comparado um publicano com o tipo de pessoa que não quer se arrepender: "E, se ele (a pessoa que não quer se arrepender) não os atender (as testemunhas em questão), dize-o à igreja; e, se recusar ouvir também a igreja, considera-o como gentio e publicano" (Mt 18.17). Publicanos eram, naquela época, o símbolo de gente que não quer se arrepender. Isso chegava ao cúmulo de nem serem mencionados junto com os demais pecadores. Os publicanos eram uma casta especial de pecadores, pomo podemos ver em Lucas 15.1: "Aproximavam-se de Jesus todos os publicanos e pecadores para o ouvir".

Quando tomamos consciência disso, deveria ser óbvio para nós que Zaqueu era um homem muito solitário. Na verdade só sobrava uma pessoa com quem Zaqueu poderia se relacionar – e essa pessoa era Jesus. Por isso Lucas 19.3a diz que: "...procurava ver quem era Jesus..." Provavelmente ele havia ouvido falar que esse Jesus também se dava com publicanos, bem ao contrário de todos os outros que os odiavam.

Será que a sua situação é parecida com a de Zaqueu? Não que eu esteja comparando você com um publicano; não, isso não. Mas será que a situação aflitiva na qual Zaqueu vivia não é a sua situação atual, seja por qual for o motivo? Talvez você esteja solitário interiormente, abatido e triste. Se é essa a sua situação, então, por favor, faça a mesma coisa que Zaqueu fez: vá a Jesus de todo o coração! Tenha o desejo ardente de encontrá-lO!

Zaqueu não tinha amigo algum, não tinha esperança, coisas que você talvez ainda tenha neste momento; mas mesmo assim ele fez a melhor coisa que poderia ter feito: ele desejava ver a Jesus! Mas na mesma hora em que ele tomou essa decisão, os problemas começaram. Lucas 19.3 diz: "...procurava ver quem era Jesus, mas não podia, por causa da multidão, por ser ele de pequena estatura". Zaqueu tinha um problema realmente sério. Onde ele olhasse, para trás, para a frente, à direita, à esquerda, por todos os lados ele via as outras pessoas como empecilho em seu caminho. Por isso ele não conseguia ver a Jesus. E na vida espiritual é exatamente igual. Sempre que uma pessoa se dispõe a ver a Jesus, surgirão empecilhos e dificuldades, mas estes têm que ser superados!

Agora vamos examinar mais de perto o problema de Zaqueu. Qual era o seu problema?

O texto transcrito acima diz com toda a clareza: ele "...não podia, por causa da multidão, por ser ele de pequena estatura". O texto não diz que os outros eram de estatura muito elevada. Eles tinham a altura normal, o problema estava no próprio Zaqueu, cuja estatura era abaixo do normal.

Assim é também em nossa vida. Talvez tenhamos o forte desejo de ver a Jesus porque precisamos muito ter um novo encontro com Ele, mas no mesmo instante – assim nos parece – uma montanha de empecilhos se interpõe em nosso caminho. Mas isso simplesmente não é verdade, já que sempre existem empecilhos e dificuldades no caminho que segue ao Cordeiro; temos de contar com isso. Entretanto, no mesmo instante em que uma pessoa se levanta para se reencontrar com Jesus, o diabo providencia muitos empecilhos, e coloca muitas dificuldades no caminho, como, por exemplo, exaustão interior, preguiça, um sentimento de vazio ou a impressão de que tudo é em vão. Mas essas são coisas normais que fazem parte da batalha da fé. Não é verdade que no momento em que você quer se encontrar com Jesus, essas coisas de repente se tornam grandes, mas é a sua fé que, de repente, fica pequena quando você encontra os obstáculos. Por quê? Porque você olha para os problemas e obstáculos, ao invés de manter o olhar firme no Senhor, que tanto você quer encontrar.

Foi o que aconteceu com Pedro, quando queria encontrar seu Senhor sobre as águas. Pedro deu um grande passo de fé, ele mostrou coragem. Mas se queremos ter um novo encontro com o Senhor, se desejamos vê-lO de maneira renovada, se queremos realizar um ato de fé em Seu Nome – é sempre a mesma coisa: o diabo semeia obstáculos. Naquela vez, com Pedro andando sobre as águas, foi um vento forte. O que Pedro fez? Ele olhou para o vento e afundou: "Reparando, porém, na força do vento, teve medo; e, começando a submergir, gritou: Salva-me, Senhor!" (Mt 14.30). O que Jesus respondeu a Pedro? "E, prontamente, Jesus, estendendo a mão, tomou-o e lhe disse: Homem de pequena fé, por que duvidaste?" (v. 31). Será que entendemos bem? Jesus não falou a Pedro: Coitado de você, você não tem culpa de o vento ser forte demais, mas Ele falou: Pedro, a sua fé ficou pequena!

Você quer um novo encontro com Jesus? Se você quiser, então tem que contar com a oposição de Satanás e que ele vai começar a agir. Mas não desanime. Pelo contrário, demonstre uma grande fé!

O que é que Zaqueu fez quando se deu conta de que jamais iria conseguir ver a Jesus por causa das muitas pessoas que atrapalhavam sua visão? Lemos em Lucas 19.4a: "Então correndo adiante, subiu a um sicômoro a fim de vê-lo". Ele não poupou esforços para alcançar o alvo!

Com isso voltamos à primeira parte de nossa mensagem, onde concluímos que um novo encontro com Jesus deveria ser muito importante para nós, levando-nos a buscá-lO com afinco. Isso significa bem concretamente para você que, se você quiser experimentar ao Senhor de uma nova maneira, e o diabo quer impedi-lo, deixe-o trabalhar! Aproprie-se pela fé de uma promessa da Bíblia, uma promessa que o anime a realizar o desejo de seu coração, que é o de estar com Jesus. Pense, por exemplo, na passagem de Jeremias 29.13, onde está escrito: "Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração."

Quando você fizer isso, Jesus se sentirá impelido a entrar em sua casa, isto é, a ter um encontro com você: "Quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, pois me convém ficar hoje em tua casa" (Lc 19.5). Quando o Senhor vê que alguém, cheio de fé e de coragem, quer se encontrar com Ele, Jesus se achega e conforta essa pessoa. E mais ainda: o Senhor fica esperando por uma atitude assim, pois em 2 Crônicas 16.9a está escrito: "Porque, quanto ao Senhor, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é totalmente dele." (Marcel Malgo - http://www.ajesus.com.br)

Publicado anteriormente na revista Notícias de Israel, maio de 1997.

04 julho 2008

É hoje!

 

Sent: Thursday, July 03, 2008 2:18 PM
Subject: É hoje!




Paz do Senhor a todos!

É hoje!

Hoje inicia o 27º Congresso de Jovens da Assembléia de Deus em Pernambuco. Momentos de Louvor, adoração e a ministração da Palavra de Deus.

Será um derramar de bênçãos espirituais.

PERÍODO - 03 a 06 de Julho de 2008

TEMA - VIVENDO UMA VIDA DE PUREZA EM CRISTO (T Ts 4.4)

Preleitor especialmente convidado!!!

Ore, divulgue e participe!

Deus tem uma palavra para você!

03 julho 2008

CAMPANHA: VOCÊ É CRISTÃO? CRIE UM BLOG!

Pois é...
 
Amigos, estamos nos últimos dias da Igreja sobre a terra, o mundo caminha a passos largos para a sua própria destruição e há muita gente ainda para ser evangelizada e cada um de nós pode fazer alguma coisa.
 
Hoje temos uma ferramenta muito útil: a internet! E, infelizmente, enquanto não a usamos, há muita gente fazendo uso dela para o mal: inúmeros sites de propagação da imoralidade, satanismo, falsas religiões e ideologias etc. Acho que é hora de despertarmos para fazer alguma coisa.
 
E o que eu posso fazer?
Muito simples: Crie um blog!
 
Não sei mexer nessas coisas...
E nem precisa. É tudo muito fácil!
 
Como faço?
Acesse o www.blogger.com - Eu recomendo esse porque dá pra atualizar por e-mail, o que facilitará a sua vida.
O cadastro demora uns 5 minutos, depois você vai em CONFIGURAÇÕES >> E-MAIL>> ENDEREÇO DO MAIL-TO-BLOGGER. E cadastrará um e-mail para o qual irá enviar as suas postagens. Sempre que você mandar um e-mail pra esse endereço, a mensagem vai direto pro blog, assim você não terá muito trabalho.
 
Você não precisa obrigatoriamente criar textos (a não ser que queira, claro). Pegue um versículo ou capítulo da Bíblia, copie e cole no e-mail e mande pra lá. Pronto! Seu blog estará atualizado e aparecerá na lista de blogs atualizados para milhares de usuários. No meio desse povo todo, alguém vai clicar lá no seu endereço e ler aquela passagem. Com pouco esforço você já levou alguém a ler um trecho da palavra de Deus! Faça isso!
 
"Porque isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador, que quer que todos os homens se salvem e venham ao conhecimento da verdade". 1 Tm 2.3,4
 
 
Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
www.jograis.oi.com.br

01 julho 2008

JESUS, O MISTÉRIO DE DEUS

JESUS, O MISTÉRIO DE DEUS.

Evidentemente, grande é o mistério da piedade:
Aquele que foi manifestado na carne
Foi justificado em espírito,
Contemplado por anjos,
Pregado entre os gentios,
Crido no mundo,
Recebido na glória.


Evidentemente, grande é o mistério da piedade;
Esse é um dos mais belos versículos da Bíblia e eu até já o postei há uns meses atrás. Eu realmente acho-o demais! O Apóstolo Paulo “canta” um hino conhecido da igreja primitiva, ao menos é o que os comentaristas dizem. Bem, mas o que importa realmente é a grande verdade que ele nos traz. Esse mistério que tanto tempo ficou oculto, um dia foi revelado: Jesus! Deus o Éden, Deus prometeu que da semente da mulher nasceria um que esmagaria a cabeça da serpente e depois foi reafirmando a sua promessa através dos tempos. Quantos quiseram vê-lo, quantos desejaram a sua chegada... Mas ele veio no tempo certo! Aquele que livraria a Israel dos seus pecados e traria os gentios para junto de si. Jesus, ele é o grande mistério de Deus!

Piedade, do grego eusebeia, significa reverencia, respeito, fidelidade a Deus, religiosidade. Jesus é o mistério que ns faz sermos fiéis a Deus em meio a um mundo tão difícil como o de hoje, como Paulo fala aos Colossenses: o mistério que estivera oculto dos séculos e das gerações; agora, todavia, se manifestou aos seus santos; aos quais Deus quis dar a conhecer qual seja a riqueza da glória deste mistério entre os gentios, isto é, Cristo em vós, a esperança da glória; ninguém pode tirar de nós essa esperança, esse grande mistério. Se sua fé está em Cristo, você com certeza será um vencedor!
Aquele que foi manifestado na carne
Sim, Jesus foi manifestado na carne. A ciência e várias outras pessoas têm tentado negar esse fato. Mas a Bíblia diz e nós cremos: o Unigênito Filho de Deus deixou a sua glória, tomou a forma de servo, fazendo-se igual aos homens. Esse mistério que estava escondido, Deus nos revelou, manifestou entre nós aquilo que ele realmente é em seu amor e justiça. A palavra carne aí no original é sarx, que fala de corpo humano, sangue, peles e ossos. E foi assim que ele veio. Gerado no ventre da ainda virgem Maria, por um milagre especial e fazendo-se um como nós.

Jesus nasceu para que hoje nós não morramos; Para que tivéssemos vida, Ele veio dar a sua própria vida. Sofreu em sua carne o cansaço das longas caminhadas, o frio das noites de oração, a dor dos espinhos, do chicote dos soldados romanos, o dilacerar da sua carne, a falta de ar por estar naquela posição na cruz, e a humilhação de ser exposto como um pecador, crucificado entre assassinos, num castigo que era para mim e para você.

Ele se fez carne e sofreu na sua carne o que era para nós. Ele nos tornou possível a entrada no Santo dos Santos pelo novo e vivo caminho que consagrou... A sua própria carne!

Que Deus nos ajude a entender a cada dia a grandiosidade do sacrifício de Cristo por nós e aceitarmos tão grande amor e misericórdia!
Aquele que foi justificado em espírito
Nesse texto, o termo Justificado (do grego dikaioo) quer dizer mostrar, evidenciar alguém ser justo. E justo é aquele cujo modo de pensar, sentir e agir é inteiramente conforme a vontade de Deus, e quem por esta razão não necessita de retificação no coração ou na vida.

A Bíblia diz que Deus olhou do céu à terra e não viu um justo sequer, ninguém que fizesse o bem. Por isso, Deus enviou o seu único filho, justo, santo e declarado justo no seu próprio espírito. A sua natureza espiritual, muito superior à dos homens e igual à do Pai, pois são um. Deus o enviou para que, através da sua justiça, sejamos considerados justos e tenhamos paz com Deus, como escrito em Romanos 5.1. Através da justiça de Cristo, nossa vida é modificada. Temos paz com Deus e podemos viver de acordo com a sua vontade.

Você acha que não tem jeito na vida? Que só faz coisas erradas? Que não há perdão pra você? Deixe de pensar nisso a partir de hoje! Creia no sacrifício de Jesus e entenda que aquele não tem pecado, foi feito pecado pro nós e agora somos justificados pela nossa fé nele. Basta crer!
Aquele que foi contemplado pelos anjos.
Essa é uma das grandes provas da superioridade de Cristo. Os anjos o conhecem desde o seu princípio (deles) uma vez que por ele foram criados. Ele é a imagem do Deus invisível, como nos diz o apóstolo Paulo. Nele, por Ele e para Ele foram criadas todas as coisas, mesmo os anjos, pois como nos diz o escritor aos Hebreus: “E todos os anjos de Deus o adorem”.

Jesus esteve desde o principio da criação, Filho unigênito do Pai. Os anjos devem ter ficado enternecidos quando souberam que ele viveria aqui com um homem e morreria como um homem, mas vemos que, mesmo ele tendo-se despido da sua glória divina e feito semelhança de homem, em carne e sangue como nós, os anjos ainda o serviam (Mt 4.11; Mt 26.53). No momento de sua morte, grande deve ter sido o luto no céu, mas os anjos cantaram e exclamaram com alegria: “Ele Vive!”, logo após a sua ressurreição. E os mesmo anjos levantaram as suas cabeças e lhe abriram as portas celestiais quando ele foi assunto aos céus.

Cristo, eis o mistério de Deus para nós. Porque não tomar parte na vida eterna hoje? E um dia poder cantar como os anjos: “Digno é o Cordeiro que foi morto de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor”. (Ap 5.12)? Só depende de você!
Aquele que foi pregado entre os gentios
Essa é uma parte mais prática da coisa: pregar Jesus. Pregar, do grego kerusso, é publicar abertamente algo que foi feito. E essa foi a missão que Jesus nos deixou: Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura, ou seja, a todos os habitantes da terra. Essa é a vontade de Deus: que todos os homens o conheçam e assim cheguem ao pleno conhecimento da verdade.

Na realidade, não tínhamos esse direito. Quando Jesus veio, veio para o que era seu: o povo judeu, os eleitos. Mas, como disse João, os seus não o receberam. E essa graça nos alcançou: a nós, os gentios (do grego ethnos), os não judeus. Ah, amor de Deus!... O maravilhoso amor de Deus que fez com que esse evangelho nos alcançasse. E hoje ele nos manda ir. Ir em busca das almas perdidas, daqueles que estão sem esperança e sem Deus no mundo. Você já falou de Jesus pra alguém hoje? Quem não gosta de falar do que é bom, não é? E existe coisa melhor que falar de Jesus? Não, não existe. Fale de Jesus pra alguém que está aí do seu lado, necessitando de consolo. Fale desse grande mistério que nos foi enviado por Deus.

Como disse a Twila Paris: Propague a luz! Fale desse evangelho que te trouxe vida e esperança e vai ver que esse é o maior tesouro que podemos deixar para a posteridade: Almas salvas pelo evangelho de Cristo!
Aquele que foi crido no mundo
Essa é uma das grandes provas da superioridade de Cristo. Os anjos o conhecem desde o seu princípio (deles) uma vez que por ele foram criados. Ele é a imagem do Deus invisível, como nos diz o apóstolo Paulo. Nele, por Ele e para Ele foram criadas todas as coisas, mesmo os anjos, pois como nos diz o escritor aos Hebreus: "E todos os anjos de Deus o adorem".

Jesus esteve desde o principio da criação, Filho unigênito do Pai. Os anjos devem ter ficado enternecidos quando souberam que ele viveria aqui com um homem e morreria como um homem, mas vemos que, mesmo ele tendo-se despido da sua glória divina e feito semelhança de homem, em carne e sangue como nós, os anjos ainda o serviam (Mt 4.11; Mt 26.53). No momento de sua morte, grande deve ter sido o luto no céu, mas os anjos cantaram e exclamaram com alegria: "Ele Vive!", logo após a sua ressurreição. E os mesmo anjos levantaram as suas cabeças e lhe abriram as portas celestiais quando ele foi assunto aos céus.

Cristo, eis o mistério de Deus para nós. Porque não tomar parte na vida eterna hoje? E um dia poder cantar como os anjos: "Digno é o Cordeiro que foi morto de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor". (Ap 5.12)? Só depende de você!
Aquele que foi recebido acima na glória!
Encerrando essa série, temos o "final" da jornada de Cristo: a sua glorificação. Claro que é um final sem fim, afinal, ele é eterno, mas é um epílogo da sua história entre nós. Depois de haver padecido como um malfeitor apesar de só ter feito o bem aqui na Terra, depois da sua tão horrenda morte na cruz, ele ressuscitou ao terceiro dia. E não ressuscitou na mesma condição de antes. Não no mesmo corpo humano, mas num corpo glorificado. E após 40 dias, foi assunto aos céus à vista dos seus discípulos. Naquele dia, os portais celestiais se abriram para receber aquele que, há alguns anos atrás, havia deixado o seu glorioso esplendor. Agora ele voltava a ter a mesma glória que tinha antes e mais ainda, recebido como aquele que venceu a morte, o inferno e o pecado: Jesus Cristo, nosso amado Senhor!

Hoje, Cristo está assentado à destra de Deus, intercedendo por nós. Podemos ver isso na morte de Estevão: "Mas ele, estando cheio do Espírito Santo e fixando os olhos no céu, viu a glória de Deus e Jesus, que estava à direita de Deus, e disse: Eis que vejo os céus abertos e o Filho do Homem, que está em pé à mão direita de Deus (At 7.55,56)".

E vemos ainda a glorificação de Cristo, quando Ele apareceu a João na Ilha de Patmos: E virei-me para ver quem falava comigo. E, virando-me, vi sete castiçais de ouro; e, no meio dos sete castiçais, um semelhante ao Filho do Homem, vestido até aos pés de uma veste comprida e cingido pelo peito com um cinto de ouro. E a sua cabeça e cabelos eram brancos como lã branca, como a neve, e os olhos, como chama de fogo; e os seus pés, semelhantes a latão reluzente, como se tivesse sido refinado numa fornalha; e a sua voz, como a voz de muitas águas. E ele tinha na sua destra sete estrelas; e da sua boca saía uma aguda espada de dois fios; e o seu rosto era como o sol, quando na sua força resplandece. E eu, quando o vi, caí a seus pés como morto; e ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo-me: "Não temas; eu sou o Primeiro e o Último e o que vive; fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém! E tenho as chaves da morte e do inferno".

Esse é o Jesus em quem nós cremos. Não ficou na tumba fria, seus restos mortais não estão em nenhum caixão, seu nome não está esquecido na memória e o seu poder permanece o mesmo transformando vidas até hoje.

Jesus, esse é o grande mistério de Deus! Entregue a sua vida a esse mistério hoje e vai ver que Ele é muito mais do que se pode escrever, entender ou pensar!