Loading...

30 julho 2008

A BUSCA HUMANA PELA SATISFAÇÃO (4)

O Prazer

 

Homens e mulheres cantaram para me divertir, e tive todas as mulheres que um homem pode desejar. Sim! Fui grande. Fui mais rico do que todos os que viveram em Jerusalém antes de mim, e nunca me faltou sabedoria. Consegui tudo o que desejei. Não neguei a mim mesmo nenhum tipo de prazer. Eu me sentia feliz com o meu trabalho, e essa era a minha recompensa. (Ec 2.8b-10).

 

Eis aí outra coisa com que Salomão decidiu preencher o vazio de sua alma: os prazeres. Sim, OS prazeres, bem no plural! Ele não se negou nenhum tipo de prazer. Se fosse nos dias atuais, Salomão seria um grande freqüentador, talvez o maior, de festas, bares, restaurantes, shoppings, parques de diversão, cinemas, boates, baladas, enfim, tudo que o povo gosta hoje em dia, tudo que se procura para se sentir alegre por alguns momentos. Mas... Isso trouxe satisfação a Salomão? Isso realmente satisfaz a você?

 

Num mundo que está cada vez mais egoísta, homens amantes de si mesmos, soberbos, irreconciliáveis, caluniadores, profanos, cruéis e mais alguma coisa (Leia 2 Tm 3.1-5), as pessoas procuram desesperadamente uma forma de terem um pouco de alegria, nem que seja por alguns minutos. A corrida pelo sucesso profissional, as longas jornadas de trabalho (em parte por pressão da classe dominante, em parte por necessidade, em parte por cobiça), a fadiga devido às muitas e novas doenças que surgem tem levado muita gente a se "esbaldar" no prazer no pouco tempo que lhe resta livre. A palavra de ordem é "Carpe Diem" (Aproveite o dia), ou, como nos dias de Israel (Is 22.13): Comamos e bebamos que amanhã morreremos. É impressionante o número de mensagens que se vê e ouve hoje em dia mandando as pessoas aproveitarem a vida, fazerem alguma coisa louca, não deixar pra amanhã o que pode fazer hoje, porque pode morrer de repente. Estamos numa sociedade hedonista, que quer o prazer sem limites e sem conseqüências.

 

Mas tudo tem conseqüências, é a lei da semeadura. O que o homem semear, isso também ceifará. Planta-se hoje o prazer e colhe-se uma vida seca, vazia de Deus e frustrada porque, por mais que se faça, nunca se satisfaz. Quando o prazer se vai, a companhia se vai, então se fica só com a consciência, com uma alma desesperada por chegar à presença de Deus e com um espírito ansioso por se encontrar com o seu Criador, mas sem ter como. Assim como Salomão, depois vai se descobrir que é como correr atrás do vento. Um dia o corpo deixará de sentir o prazer e aí? Não mais força nas pernas, não mais apetite, não mais beleza... (Ec 12.1-8).

 

Por isso Salomão nos adverte: Lembra-te do teu criador nos dias de tua mocidade, antes que cheguem os anos nos quais digas: não tenho neles prazer. É mau se divertir? Não, claro que não; ele mesmo nos diz: A melhor coisa que alguém pode fazer é comer e beber e se divertir com o dinheiro que ganhou. No entanto, compreendi que mesmo essas coisas vêm de Deus. Sem Deus, como teríamos o que comer ou com que nos divertir? (Ec 2.24,25) O nosso prazer está em viver a vida com Deus e em Deus. É Ele que nos dá todas as coisas. Podemos sorrir, brincar, festejar, mas não fazer disso a nossa vida, pois não é aqui o nosso descanso. E Jesus nos manda buscar primeiro o Reino de Deus e o Reino de Deus é gozo, paz e alegria no Espírito Santo. Em Jesus está a nossa alegria; o nosso prazer, em meditar na lei do Senhor. Assim poderemos aproveitar bem mais os momentos alegres que Ele mesmo nos concede, segundo a multidão das suas misericórdias.

 

Busque a Jesus. Vai ver que sua vida será muito, muito mais alegre, porque a alegria que Ele nos dá é como uma fonte dentro de nós jorrando para a vida eterna.

 

No amor dEle,

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
http://abibliaeeu.blogspot.com
www.jograis.oi.com.br

6 comentários:

Junior disse...

Graça e Paz Paulo!

Essa sua série "A busca humana pela satisfação" está ótima.

Continue a escrever e edificar o povo eleito de Deus.

Abraços
Junior

Tharsis Kedsonni disse...

Paulo!

Eu estava lendo essa passagem faz pouco tempo.
Sua postagem corrobora meus pensamentos; só o Senhor nos dá a verdadeira felicidade, ainda que tenhamos ao nosso dispor todos os benefícios que a vida dá.

Deus te abençoe!!

Paulo Adriano Rocha disse...

Caros Tharsis e Junior, obrigado pela paciência em ler essas linhas e mais ainda por comentarem.
Realmente, numa sociedade hedonista como a de hoje, o homem está buscando se satisfazer de todas as formas, mas como já cantava o ELE: "Só em Jesus a paz real você vai encontrar, o seu amor vai experimentar, vem a Jesus Cristo e a vida eterna vais gozar".

Juber Donizete Gonçalves disse...

Paulo Adriano,

Salomão fala hoje ainda. Belo texto, revela a temporalidade da vida e busca da felicidade.

Graça e Paz

Tita "I Love Jesus!" disse...

Caro amigo e irmão, teu texto está muito bem escrito e demonstra sabedoria. Na vida existem momentos divertidos, alegres e descontraidos, mas que podem facilmente entorpecer nosso coração e nos afastar de Deus, se colocarmos a busca do prazer imediato (em todos os sentidos) em primeiro lugar. A verdadeira felicidade provém de Deus, é duradoura e não precisa de artifícios ou fantasias mirabolantes. Quem está bem consigo mesmo, bem com sua alma, é naturalmente feliz, tem prazer de viver, tem paz, tem esperanças no amanhã. Conheci os dois lados da moeda e hoje sei que FELICIDADE, PRAZER, assim em letras maiúsculas, só mesmo com Deus, só mesmo com Jesus!

Tenha um excelente fds,
*fique sempre na presença Dele!

Seminário disse...

Muito interesante seu post,que Deus possa continuar lhe abençoando.Parabéns!!!!
Seminario Internacional Teologico de São Paulo