Loading...

27 julho 2008

A BUSCA HUMANA PELA SATISFAÇÃO (3)

O Dinheiro

 

Comprei muitos escravos e além desses tive outros, nascidos na minha casa. Tive mais gado e mais ovelhas do que todas as pessoas que moraram em Jerusalém antes de mim. Também ajuntei para mim prata e ouro dos tesouros dos reis e das terras que governei. (Ec 2.7-8a).

 

Continuando a nossa série, vemos que Salomão buscou algo que quase todo mundo busca hoje em dia: O dinheiro! Ah, quantos venderiam (e vendem) suas próprias almas pelo dinheiro. Mas parece que Salomão também não conseguiu se satisfazer com ele. Ele foi um dos homens mais ricos da face da terra. Teve muitos escravos e muito, muito ouro. Mas, mesmo assim, não conseguiu satisfazer os anseios da sua alma. Você pode até pensar: "que camarada mais insatisfeito!", mas eu já lhe falei anteriormente que somente em Deus é que o homem pode encontrar a verdadeira satisfação.

 

A Bíblia nos diz que o amor ao dinheiro é a raiz de toda espécie de males. Veja que coisa terrível: o princípio de TODA a espécie de males. É algo que você gostaria de carregar com você pelo resto da vida? Eu creio que não. E você pode até dizer que precisa de dinheiro. É óbvio. O próprio Salomão diz que o dinheiro por tudo responde. Todos nós precisamos dele. Mas não devemos amá-lo! Devemos fazer do dinheiro um meio e não um fim em si. Um meio de viver, um meio de ajudar, um meio de glorificar a Deus, mas não o grande objetivo de nossa vida.

 

Algumas pessoas sentem-se infelizes por serem pobres e acham que quando tiverem muito dinheiro serão felizes. Que engano! O homem mais rico de sua época diz: "Quem ama o dinheiro jamais dele se farta" (Ec 7.10) e ainda acrescenta: "Doce é o sono do trabalhador, quer coma pouco, quer muito; mas a fartura do rico não o deixa dormir." (Ec 7.12). Quando se ama o dinheiro, vai se correr e correr atrás dele, mesmo que já tenha muito e nunca será o bastante. Será que isso é felicidade? Será que isso é liberdade? É isso que você quer pra sua vida? Pense bem...

 

Jesus nos adverte dizendo: "Não ajuntem riquezas aqui na terra, onde as traças e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e roubam. Pelo contrário, ajuntem riquezas no céu, onde as traças e a ferrugem não podem destruí-las, e os ladrões não podem arrombar e roubá-las. Pois onde estiverem as suas riquezas, aí estará o coração de vocês". (Mt 6.19-21). E sabe qual a maior riqueza que você pode ter no céu? O próprio Jesus. O salmista nos diz: "A minha alma disse ao Senhor: Tu és o meu Senhor; não tenho outro bem além de ti". (Sl 16.2); e ainda: "A quem tenho eu no céu senão a ti? E na terra não há quem eu deseje além de ti". (Sl 73.25).

 

Agarre esse tesouro hoje, agora, enquanto há tempo! Um dia a porta da graça se fechará e como você estará? E se partir dessa vida hoje, como será? Que te adiantará ganhar o mundo todo e perder a tua alma?

 

O tempo de decidir é agora, ok? Pense nisso!

 

Em Cristo,

 

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://pauloadriano.spaces.live.com
http://abibliaeeu.blogspot.com
www.jograis.oi.com.br

2 comentários:

Elias Aguiar disse...

Paulo, bom dia!

Que a Graça e a Paz de Jesus Cristo
te cubram de maneira preciosa.

Obrigado pela visita ao blog e pela adição à sua lista.

(Peço apenas que considere os textos e as reflexões nele contidos fora de qualquer recorte doutrinário-denominacional...)

Estou retribuindo a gentileza e linkando A Bíblia e um Jovem do Século 21.

Parabéns pelo seu blog! É uma referência de conteúdo devocional. Naveguei um pouco (a partir de 31/08/07, no post "Confiança Íntima", até o post de ontem); e fico contente que você tenha conseguido/decidido escrever - a série de reflexões sobre Eclesiastes está bem legal.

Sucesso no uso dessa ferramenta
para incentivo e evangelização!

Um abraço fraterno,
Elias Aguiar

Seminário disse...

Muito interesante seu post,que Deus possa continuar lhe abençoando.Parabéns!!!!
Seminario Internacional Teologico de São Paulo