Loading...

09 abril 2012

Papel de Embrulho

Para Refletir...(03/04/12)

"Papel De Embrulho"

"Mestre, nós sabemos que falas e ensinas bem e retamente, e
que não consideras a aparência da pessoa..." (Lucas 20:21).

Um conceituado artista chegou a uma Galeria de Arte européia
para verificar a exposição de uma de suas pinturas, por ele
enviada antecipadamente. Quando ele a encontrou, ficou
furioso. Eles cometeram um grande erro ao pendurar sua
grande obra de arte. Em vez de colocar seu quadro, eles
colocaram o papel que o embrulhava, onde ele havia dado
algumas pinceladas.

O fato parece trágico e cômico, mas nos conduz a uma pequena
reflexão. Muitos de nós, como quadros vivos, mostramos
apenas um "papel de embrulho" e não o verdadeiro conteúdo.

As pessoas que nos vêem na igreja, ou nos encontros
evangelísticos, ou mesmo quando visitam nossas casas, só
conseguem ver um papel de embrulho -- disfarçado,
dissimulado, enganoso, irreal. Mostramos uma santidade que
não possuímos; uma misericórdia que não praticamos; um amor
não exercido; uma fé apenas aparente; uma conversão que
jamais se concretizou.

Enganamos ao nosso líder espiritual. Enganamos aos irmãos de
nossa congregação. Enganamos as igrejas onde visitamos.
Enganamos... Não! Enganamos somente a nós mesmos!

O Senhor Jesus espera de nós muito mais do que "papel de
embrulho". Ele espera de nós muito mais que uma caixa bem
adornada. Ele espera de nós muito mais do que laços
coloridos de cetim. Ele espera que o nosso interior seja
ainda mais bonito do que o papel que apresentamos a todos.

Na galeria de arte da vida é necessário que mostremos vida.
Na galeria de arte da fé, nossa fé precisa ser contemplada.
Na galeria de arte do amor, o amor tem de ser o objeto a ser
contemplado.

Chega de "papel de embrulho", chega de adornos bem cuidados,
chega de uma aparência falsa e mentirosa. O Senhor quer de
nós um coração puro, mãos limpas e prontas a serem
estendidas ao nosso próximo, uma determinação em servir, em
testificar, em engrandecer o nome de Jesus.

O que as pessoas vêem em você? Uma vida transformada ou
apenas "papel de embrulho"?

Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet!

Um comentário:

Regina Helena disse...

Gostei muito de suas postagens e reflexoes. Lembrei-me da ilustração que diz que perguntaram para um sábio quantos anos ele tinha. Ele respondeu: Tenho os anos que me restam porque os que já vivi não são mais meus...

Como isto é verdade! A matemática de Deus é diferente da nossa.
Que possamos estar sempre refletindo e renovando nossa aliança com o Pai.

http://destilardosfavos.blogspot.com/2011/01/matematica-de-deus.html

Grande abraço e que tudo seja pra honra e glória do nosso amado Pai!
Regina Helena