Loading...

10 fevereiro 2012

Mateus 6:26-27

------------------------------------------------------------------
  J E S U S   D I S S E
     - http://www.hermeneutica.com -
------------------------------------------------------------------
 
 
 
 
                                    Sexta-feira, 10 de Fevereiro, 2012
 
VERSÍCULO:
   "Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas? Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?"
    -- Mateus 6:26-27
 
PENSAMENTO:
Parte do nosso problema com os cuidados desta vida é que, diferente das aves do céu, não estamos mais satisfeitos com a semente que o Senhor coloca para nós - queremos outra marca, outro tipo, algo novo. A mídia declara em todas as suas formas (televisão, rádio, revistas e outdoors) e comprova com suas campanhas insistentes que sempre tem algo "melhor". E lá vamos nós correndo atrás. O que Jesus declara com suas palavras nesta passagem é a inutilidade da preocupação com essas coisas. De fato, a preocupação não só não produz nada de bom, ela nos prejudica de diversas maneiras. Os médicos já demonstraram que a preocupação é uma das principais causas de enfarte, úlceras, problemas gástricos e doenças do sistema nervoso. Não somente não ganhamos nada com a preocupação; nós perdemos. Perdemos sono, perdemos saúde e no finaldas contas perdemos dias de vida que podiam ser desfrutados em paze contentamento, se não estivéssemos nos preocupando com coisas que não podemos mudar. Não acrescentamos nenhuma hora a nossa vida. Pelo contrário, perdemos horas de vida. Confie em Jesus. Ele já deusua vida por você, e agora Ele quer lhe dar uma vida bem melhor nãosó no porvir, mas aqui e agora a partir de hoje. Confie em Jesus.
 
ORAÇÃO:
Obrigado, Pai, por nos revelar coisas tão práticas e úteis para viver. É tão bom saber que temos um Pai que cuida de nós, e umSenhor como Jesus, que nos orienta em tudo. Em nome de Jesus oramose agradecemos. Amém.
 
http://www.hermeneutica.com/jd/1/0210.html

Nenhum comentário: