Loading...

25 março 2010

Jacó e Raquel

Assim serviu Jacó sete anos por causa de Raquel; e estes lhe pareciam como poucos dias, pelo muito que a amava. Gn 29.20

A história parece repetir-se aqui. Por 2 vezes o poço da cidade de Harã foi um local de eventos importantes na história de uma família. Ali, Rebeca conheceu Eliezer, servo de Abraão, o qual estava à procura de uma esposa para Isaque. Quarenta anos mais tarde, Jacó, filho de Rebeca, retribuiu o favor ao servir sua prima Raquel e suas ovelhas no mesmo poço. O relacionamento que se desenvolveu entre ambos não apenas nos lembra que o romance não é invenção moderna, como também nos ensina algumas lições sobre paciência e amor.

O amor de Jacó por Raquel era tanto paciente quanto prático. Jacó teve paciência para esperar sete anos por ela, mas durante esse tempo se manteve ocupado. Seu compromisso com Raquel acendeu uma forte lealdade dentro dela. Na verdade, esta lealdade para com Jacó ficou fora de controle e tornou-se autodestrutiva. Raquel ficou frustrada com sua esterilidade e, desesperadamente decidiu competir com a irmã pelo amor de Jacó. Ela tentava conseguir de Jacó, o que ele já havia lhe dado: o amor incondicional.

A tentativa de Raquel de conseguir o que já possuía é um retrato do grande erro que podemos cometer. Assim como ela, tentamos conquistar amor – o amor de Deus. Mas, afastados de sua Palavra, terminamos com uma dentre duas falsas idéias: ou pensamos que temos sido bons o suficiente para merecer o seu amor ou reconhecemos que não somos dignos de recebê-lo e daí concluímos que não podemos dele desfrutar. Se a Bíblia não estabelece outro ponto, este ela enfatiza bem: Deus nos ama! Seu amor não teve início e é incrivelmente paciente. Tudo que precisamos fazer é corresponder, não tentar merecer o que livremente é oferecido. De varias maneiras, Deus tem dito: “Eu te amo. Demonstrei meu amor através de tudo o que fiz por você. Sacrifiquei até mesmo meu único Filho Jesus, para que ele pagasse o preço do que é inaceitável sobre você – o seu pecado! Agora viva pelo meu amor. Corresponda, ame-me como todo o seu ser; entregue-se a mim como agradecimento, não como pagamento”. Viva a vida de forma completa, na liberdade de saber que é amado.

Fonte: Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal. Pg. 30

Nenhum comentário: