Loading...

01 novembro 2010

Holocaustos

Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. - Rm 12:1

Logo nos primeiros capítulos do livro de Levítico, vemos Deus mostrando a Moisés como deveriam ser oferecidos os sacrifícios pelo povo de Israel. Deus é realmente super organizado e gosta que o seu povo também o seja e faça as coisas de acordo com a sua vontade. Uma das categorias de sacrifícios oferecidos era a dos Holocaustos, que era um tipo de sacrifício pacífico em agradecimento a Deus. O Holocausto era um sacrifício diferente dos outros, pois nele a vítima era totalmente queimada. Simbolizava uma entrega total.

Quando o ofertante levava a vítima a ser sacrificada, antes ele punha a sua mão sobre a cabeça da vítima, simbolizando assim que estava ciente de aquele animal estaria sendo sacrificado em seu lugar. Ao aceitar o sacrifício, Deus não estava interessado no sangue ou na carne do animal, afinal, ele não se alimenta disso, e nem precisaria que lhe fossem entregues já que tudo é dele. Deus se preocupava com o coração do ofertante, com a sua intenção.

Mas um dia Jesus entrou no santuário e ofereceu-se a si mesmo por nós. Ali, Jesus garantiu a nossa expiação, a nossa salvação e a nossa comunhão com Deus. E... O que temos dado a Deus em agradecimento a tudo quanto ele fez por nós? Será que já entregamos nossa vida como uma oferta total ao Senhor? Será que já apresentamos os nossos corpos em sacrifício vivo? Fica para nós a interrogação e a resposta do Salmista:

Que darei eu ao SENHOR, por todos os benefícios que me tem feito? Tomarei o cálice da salvação, e invocarei o nome do SENHOR. - SL 116:12,13

Pensa bem... Jesus já se entregou... o resto é com você!

Nenhum comentário: