Loading...

03 dezembro 2009

UM NATAL DIFERENTE

Já estamos em pleno “clima de natal”. As luzes cobrindo fachadas de lojas, casas e árvores, e o som de músicas natalinas e os enfeites multicoloridos dão ao momento um clima de euforia,  efervescência e alguns dizem de caridade.

 

                       Tudo isso parece ser uma boa jogada de marketing do deus Mamom (Mateus 6.24) para transformar nosso bolso num saquitel furado. Pessoas caridosas e alegres compram mais! As festas, banquetes, trocas de presentes, papai-noel e  todos os personagens estranhos ao Verdadeiro Natal, propiciam um momento ótimo para o comércio, mas péssimo para o orçamento doméstico. Passado o clima de natal e do ano novo, a grande maioria volta aos velhos problemas (e quase sempre com o sentimento de que gastou mais do que devia e comeu e bebeu bem mais do que devia).

 

          Não deveria nos surpreender que o clima do falso natal quase sempre é acompanhado de um sentimento de vazio! Tudo muito plástico, muito efêmero, muito fantasioso...

 

          O seu Natal, contudo, pode ser diferente. Passe uma borracha nas expressões “clima natalino” e “boas-festas”, e escreva Natal com “N” maiúsculo. Lembre-se que não é um natal qualquer, é O NATAL. Lembrar-se disto já faz uma grande diferença! Depois, lembre-se do aniversariante. É verdade que Jesus não nasceu no mês de dezembro (possivelmente tenha sido em abril), mas isso não importa muito. O que importa é ter consciência do que o nascimento de Jesus significa... e crer.  Crer que Jesus Cristo nasceu é um bom começo, mas é preciso ir além! É preciso crer que “O Filho brilha com o brilho da glória de Deus e é a perfeita semelhança do próprio Deus. Ele sustenta o Universo com a sua palavra poderosa. E depois de ter purificado os seres humanos dos seus pecados, sentou-se no céu, ao lado direito de Deus, o Todo-Poderoso” (Hebreus 1.3).

 

            Jesus nasceu, morreu na cruz pelos nossos pecados e vivo está, pois ressuscitou ao terceiro dia! Ele se faz presente espiritualmente na vida do Seus, sustentando-os com poder e graça, mas voltará em Glória para julgar os vivos e os mortos! Todos na face da Terra verão o Seu retorno triunfal para resgatar a Sua Igreja e julgar todas as coisas!

 

              Que tal começar hoje mesmo a celebrar um Natal diferente?

               No amor de dAquele que nos amou primeiro,

rev. Ézio Martins de Lima

Igreja Presbiteriana Independente Central de Brasília

Recebido por e-mail do Pão Quente Diário

Nenhum comentário: