Loading...

17 março 2006

Ligadosà Videira

Ligados à Videira

"Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim" (João 15:4).

Quando H. B. Macartney, um pastor australiano, visitou Hudson Taylor na China, ficou espantado com a tranquilidade do missionário, apesar de seus muitos afazeres e de todo o seu horário ocupado. Macartney finalmente reuniu coragem para falar: "Sua ocupação é com milhões, a minha com dezenas. Suas cartas são importantes e de grande urgência, as minhas, nem tanto. Tendo compromissos bem pequenos diante dos seus, eu estou sempre preocupado e aflito, você aparenta extrema calma. Diga-me, o que faz a diferença?" Taylor respondeu: "Possivelmente eu não conseguiria fazer o que faço se não fosse a paz de Deus que excede todo o entendimento, guardando o meu coração e os meus pensamentos." Macartney, mais tarde, escreveu: "Ele estava em Deus o tempo todo, e Deus estava nele. Era a verdade permanente falada em João 15."

Quando procuramos manter um relacionamento íntimo com o Senhor, buscando estar sempre colocados no centro de Sua vontade, mesmo que o nosso cotidiano seja cheio de turbulências e sintamos que o tempo é pequeno para resolver tantas coisas, a paz do Senhor nos invadirá e toda a tempestade ao redor se transformará em bonança.

Quando ignoramos Deus em nosso viver diário, julgando que somos suficientemente capazes para desempenhar nossas próprias tarefas e resolver os problemas que surgem à nossa frente, deixamos de contar com a graça e a bênção do Senhor e, quando não alcançamos o êxito buscado, além da sensação de fracasso, perdemos também a alegria e a paz no coração.

Se queremos calma para alcançar as vitórias, estejamos unidos a Cristo, o nosso Príncipe da Paz.

Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet!

Paulo Adriano Rocha
NINGUÉM PODE TE AMAR COMO JESUS TE AMA!
http://spaces.msn.com/members/pauloadriano

Nenhum comentário: